PCdoB anuncia que não apoia nenhum candidato a prefeito em Caxias - Política - Pioneiro

Segundo turno08/10/2016 | 18h33Atualizada em 08/10/2016 | 18h56

PCdoB anuncia que não apoia nenhum candidato a prefeito em Caxias

Nota foi divulgada após reunião na tarde deste sábado

PCdoB anuncia que não apoia nenhum candidato a prefeito em Caxias Jonas Ramos/Agencia RBS
Partido concorreu com Assis Melo, que obteve 2.629 votos Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

O PCdoB anunciou, por meio de uma nota oficial, que não apoia nenhum dos candidatos a prefeito no segundo turno das eleições em Caxias do Sul. A decisão foi tomada em encontro na tarde deste sábado. Na sexta-feira outro partido que disputou a prefeitura, o PT, divulgou que não apoiará nenhum dos dois concorrentes.

Leia mais:
123 mil votos estão em disputa no segundo turno em Caxias do Sul
Próxima legislatura em Caxias do Sul terá 13 vereadores reeleitos e 10 novos nomes
PT não apoia oficialmente, mas demonstra "compreensão" aos votos pró-Guerra
PT defende necessidade de mudança em Caxias do Sul


O texto, assinado pelo presidente local da sigla, Déo Gomes, agradece o apoio da população manifestado por meio dos votos aos candidatos do partido — além da votação para o candidato a prefeito, Assis Melo, a sigla elegeu um vereador, Renato Oliveira.

A nota explica que o PCdoB rechaça a candidatura de Daniel Guerra (PRB) porque ela adota "posição que afronta a democracia e expressa a essência do fascismo". Quanto o outro concorrente, Edson Néspolo (PDT), o texto diz que a candidatura "contraria o PDT nacional, cujo partido resiste ao golpe que fere a nação, a soberania, a democracia e os diretos dos trabalhadores."

O candidato a prefeito pelo PCdoB, Assis Melo, obteve 2.629 votos, o equivalente a 1.12%. O segundo turno, entre Néspolo e Guerra, está marcado para dia 30 de outubro.

Abaixo, confira a nota na íntegra:

Em defesa dos trabalhadores e da democracia

O PCdoB se sente honrado com o apoio da população que votou nos candidatos do partido e confiou mandato na câmara de vereadores.

O partido foi porta-voz de um programa de governo avançado em defesa dos trabalhadores e da democracia e na construção de uma cidade mais humana.

A Direção Municipal do PCdoB de Caxias do Sul, ao fazer uma primeira análise do resultado eleitoral, decide não apoiar nenhum dos candidatos postos no segundo turno.

Rechaçamos de pronto a candidatura Guerra que combate os partidos. Tal posição afronta a democracia e expressa a essência do facismo.

Por sua vez, a candidatura Néspolo contraria o PDT nacional, cujo partido resiste ao golpe que fere a nação, a soberania, a democracia e os diretos dos trabalhadores.

Reafirmamos posição de que os atos de corrupção devem ser enfrentados na forma constitucional.

Da nossa parte, continuaremos na mesma trincheira, confiando no povo e lutando pela soberania nacional, pela democracia e os direitos dos trabalhadores.

Caxias do Sul, 08/10/16

Déo Gomes - Presidente


 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros