Foco nas propostas é prioritário na reta final da eleição em Caxias - Política - Pioneiro

Mirante15/10/2016 | 09h08Atualizada em 15/10/2016 | 09h09

Foco nas propostas é prioritário na reta final da eleição em Caxias

É fundamental o eleitor analisar o que os candidatos propõem e a viabilidade para colocar em prática

Foco nas propostas e na viabilidade de execução. Estes devem ser os pontos principais de cada eleitor que ainda não decidiu seu voto para a definição do futuro prefeito de Caxias do Sul.

Claro que pesam aí as preferências partidárias, os reflexos de 12 anos do atual grupo que está no comando, a popularidade dos candidatos que disputam a prefeitura, Daniel Guerra (PRB) e Edson Néspolo (PDT), e como eles se posicionaram no primeiro turno.

Leia Mais: 
Candidatos a prefeito de Caxias do Sul são contrários à PEC 241
PEC 241 preocupa líderes na Serra
Debate sobre governabilidade vai esquentar entre candidatos de Caxias
Vereadores eleitos mostrados como trunfo por Edson Néspolo

Edson Néspolo e Antonio Feldmann em momento de oração, nesta sexta-feira, durante inauguração de comitê do 2º turno Foto: Daniel Corrêa / Divulgação
Daniel Guerra disse, no programa eleitoral, que acredita em diálogo com a Câmara, referindo-se ao apoio político Foto: Daniel Bianchi / Divulgação

Mas é preciso analisar com cuidado o que se pretende para os próximos quatro anos no comando da cidade. Paralelamente, entra a questão de sustentação política, tema que tem provocado muitas manifestações. Ter 18 vereadores eleitos, caso do governista Néspolo, é fato. É resultado obtido pelos votos feitos por sua coligação. Numa eventual vitória, não há como negar que ele tem este apoio político garantido.

No caso de o vencedor ser o candidato do PRB, o Legislativo não pode simplesmente se transformar em um impeditivo para o governo como forma de revanchismo. Fazer oposição pela oposição, simplesmente para dificultar a vida do oponente, não é pensar na cidade e na população.

No programa de sexta-feira, seguindo o que já havia sido divulgado pelo Mirante, Guerra falou sobre o tema. Disse que não acredita que na Câmara haverá alguém que não representará o interesse do povo. Frisou que acredita em todos os que foram eleitos. Sustentou a necessidade de uma construção de diálogo, de respeito, e não de imposição.

Porém, é preciso ser coerente. A busca pelo voto vai contar, sim, com a presença dos vereadores eleitos. Eles fazem parte da campanha. 


 
 

Siga o Pioneiro no Twitter

  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comEncontro de fuscas em Caxias, neste domingo, deve reunir 500 exemplares https://t.co/echSI8VhVX #pioneirohá 7 horas Retweet
  • pioneiroonline

    pioneiroonline

    Pioneiro.comColisão frontal resulta em duas mortes na ERS-324, entre Nova Araçá e Paraí https://t.co/uZ47daoAV3 #pioneirohá 9 horas Retweet

Veja também

Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros