Caxienses decidem neste domingo se novo prefeito será escolhido em um ou dois turnos - Política - Pioneiro

Eleições 201601/10/2016 | 05h09Atualizada em 01/10/2016 | 06h34

Caxienses decidem neste domingo se novo prefeito será escolhido em um ou dois turnos

Os 23 vereadores para a legislatura 2017/2020 serão conhecidos ainda no domingo

Caxienses decidem neste domingo se novo prefeito será escolhido em um ou dois turnos Agência RBS / Agência RBS/Agência RBS
293.417 eleitores vão às urnas neste domingo para escolher prefeito, vice e 23 vereadores em Caxias Foto: Agência RBS / Agência RBS / Agência RBS

Os 293.417 eleitores de Caxias do Sul têm uma importante decisão a tomar neste domingo: a quem destinar seus votos para prefeito e vereador. Há aqueles que preferem anular ou votar em branco, mas será do somatório apenas dos votos válidos que os caxienses ficarão sabendo, no início da noite, se a eleição se decidiu em um turno ou, ao contrário, haverá segund o turno entre os dois candidatos mais votados, com nova eleição marcada para 30 de outubro. Quanto à Câmara, já se saberá quem serão os 23 novos vereadores para a legislatura 2017-2020.

Leia mais
O perfil de Assis Melo, candidato a prefeito de Caxias do Sul pelo PCdoB
O perfil de Daniel Guerra, candidato a prefeito de Caxias do Sul pelo PRB
O perfil de Edson Néspolo, candidato a prefeito de Caxias do Sul pelo PDT
O perfil de Francisco Corrêa, candidato a prefeito de Caxias do Sul pelo PSOL 
O perfil de Pepe Vargas, candidato a prefeito de Caxias do Sul pelo PT
O perfil de Vitor Hugo Gomes, candidato a prefeito de Caxias do Sul pela Rede



Entre 8h e 17h, os eleitores caxienses devem se dirigir às suas seções de votação e, pela primeira vez, exercitarão a identificação biométrica para votar. Esta é uma das marcas desta eleição, cujo efeito será sentido ao longo do processo de votação. O recadastramento biométrico entre agosto de 2015 e março de 2016, exigiu muita paciência do caxiense em longas filas no Cartório Eleitoral. A expectativa é de que a espera compense com agilidade agora.

Sob o ponto de vista político, é uma eleição com seis candidatos para prefeito. Um nome do governo, Edson Néspolo, do PDT, comandando uma ampla coligação composta por 21 partidos. Os demais são de oposição e integram chapas puras, isto é, com vices do mesmo partido: Assis Melo (PCdoB), Daniel Guerra (PRB), Francisco Corrêa (PSOL), Pepe Vargas (PT) e Vitor Hugo Gomes (Rede).

Tudo o que você precisa saber sobre as eleições de domingo
Confira o que abre e o que fecha neste domingo de eleições na Serra 
Rosilene Pozza: provocações recheiam o confronto final à prefeitura
Confira como foi o debate entre os candidatos a prefeito de Caxias na RBS TV


Está em avaliação a atual gestão, liderada pelo prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT). A definição da candidatura de governo, aliás, começou a partir da dúvida sobre se Alceu concorreria ou não à reeleição. Como ele declinou, Néspolo, que presidiu a Festa da Uva nas duas últimas edições, foi o nome escolhido. Mas não foi uma definição tranquila do lado do governo, pois parte do PMDB queria candidatura própria e dois nomes se credenciaram para a disputa: os do atual vice-prefeito, Antonio Feldmann, e do deputado federal Mauro Pereira. O partido decidiu pela manutenção da aliança, que vigora há 12 anos.

Na oposição, a novidade em relação ao cenário eleitoral de 2012 é a candidatura do vereador Daniel Guerra, o principal crítico no Legislativo sobre a atual administração do Executivo. O deputado federal Pepe Vargas demorou a ser confirmado pelo PT, mas foi aclamado em convenção no fim de julho. E a Rede Sustentabilidade é a novidade partidária. De estrutura recém implantada em Caxias do Sul, é a primeira vez que a sigla disputa uma eleição majoritária, com Vitor Hugo Gomes. Francisco Corrêa (PSOL) e Assis Melo (PCdoB) completam o tabuleiro eleitoral.

Outro aspecto novo desta eleição viu-se na campanha: a redução do horário eleitoral gratuito de 90 para 45 dias, queda na arrecadação de recursos, com a proibição da doação de empresas, e restrições à campanha de rua. O resultado foram campanhas mais pobres e de menor visibilidade. Mesmo assim, o eleitorado acompanha atento a reta final de campanha e sua voz será ouvida neste domingo. Que falem as urnas eletrônicas.

OS 6 CANDIDATOS A PREFEITO

Edson Néspolo (PDT) — Número 12
Candidato a vice: Antonio Feldmann (PMDB)
Coligação: PDT / PMDB / PSB / DEM / PSD / PSDB / PSC / PTdoB / PPS / SD / PTC / PRP / PMN / PHS / PPL / PROS / PTN / PV / PP / PTB / PSDC

Assis Melo (PCdoB) — Número 65
Candidato a vice: Paulo Freitas (PCdoB)

Daniel Guerra (PRB) — Número 10
Candidato a vice: Ricardo Fabris de Abreu (PRB)
Coligação: PRB / PR / PEN

Francisco Corrêa (PSOL) — Número 50
Candidato a vice: Paulo Roberto de Souza (PSOL)

Pepe Vargas (PT) — Número 13
Candidato a vice: Jeronimo Dani (PT)

Vitor Hugo Gomes (Rede) — Número 18
Candidata a vice: Jaqueline Valim (Rede)

CARGOS EM DISPUTA

:: Prefeito
Salário de R$ 21.529,01
:: Vice-prefeito
Salário de R$ 15.078,52
:: 23 vereadores
Salário de R$ 10.607,83

 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros