Atenções se voltam para acertos no PT para disputa à prefeitura de Caxias - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Mirante26/07/2016 | 08h41Atualizada em 26/07/2016 | 14h17

Atenções se voltam para acertos no PT para disputa à prefeitura de Caxias

Pepe Vargas é nome certo na disputa a prefeito e partido segue em busca de adesões para compor 

Atenções se voltam para acertos no PT para disputa à prefeitura de Caxias Facebook/Reprodução
Caso polêmico do reajuste de 99%, que Pepe rejeitou quando era vereador, volta a ser explorado Foto: Facebook / Reprodução

Com as definições na chapa governista (na cabeça de chapa Edson Néspolo, PDT, e vice Antonio Feldmann, PMDB) e na coligação PRB, PR e PEN, tendo Daniel Guerra a prefeito e Ricardo Fabris de Abreu a vice, ambos do PRB, as atenções se voltam todas para o PT.

Leia mais: 
Pepe Vargas é pré-candidato irreversível em Caxias do Sul
Governistas alfinetam adversários e apelam para unidade na disputa à prefeitura de Caxias

É certa a pré-candidatura do deputado federal Pepe Vargas à prefeitura de Caxias do Sul. Os petistas projetam grande festa de lançamento no sábado. 

A dúvida se mantém em torno do nome do vice. Marcos Daneluz, o mais cotado na bolsa de apostas, é considerado por setores da sigla como deputado estadual certo a partir de janeiro de 2017, devido a candidaturas de parlamentares petistas a prefeito. Ele é o primeiro suplente da bancada.

Na reta final para a convenção, o PT segue em busca de apoios para compor. A Rede Sustentabilidade está no topo da lista, já que o PCdoB vai com candidatura própria.

Nesta segunda-feira à noite, a Rede estava reunida para discutir a situação. Para esta terça pode ter novidade.

Resgate dos 99%

Nesta segunda-feira, foi publicado no Facebook de Pepe Vargas um registro sobre um dos episódios de maior repercussão na política caxiense dos últimos 25 anos. Trata-se do reajuste de 99% incorporado ao salário dos vereadores em exercício da legislatura 1989/1992.

Pepe foi o único vereador que não aceitou o aumento. Mediante o ingresso de ação popular, à exceção do petista, eles foram condenados a devolver os valores.

O episódio contribuiu muito para a ascensão política de Pepe. Na eleição seguinte, em 1992, como candidato a prefeito, ele ficou em 2º lugar. Venceu em 1996 e em 2000.



 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros