Médico Claiton Gonçalves estreia na política como prefeito de Farroupilha - Política - Pioneiro

Vers?o mobile

 

Eleições 201225/10/2012 | 06h04

Médico Claiton Gonçalves estreia na política como prefeito de Farroupilha

Filiado ao PDT, ele venceu a eleição com 25.507 votos

Médico Claiton Gonçalves estreia na política como prefeito de Farroupilha  Esther Broilo, divulgação /
Dr. Claiton afirma que deixará a medicina apenas temporariamente Foto: Esther Broilo, divulgação
Prestes a assumir a primeira vaga em uma função eletiva, Claiton Gonçalves (PDT) está se despedindo do papel de médico - segundo ele, temporariamente _ para administrar Farroupilha. Para isso, tem se dedicado à leituras de teóricos sobre a política e buscado se cercar de uma equipe qualificada para ajudar no governo.

Confira trechos da entrevista concedida pelo futuro prefeito do município de 63 mil habitantes.

Pioneiro: Esta foi a primeira eleição disputada pelo senhor. Como pretende contornar a falta de experiência em funções públicas?
Claiton Gonçalves: Na vida, tudo se aprende. Eu não nasci médico e sou médico. Hoje, com a graça de Deus, já realizei 9 mil nascimentos. Isso foi uma condição que a vida me premiou através do estudo e da dedicação. Não existe uma faculdade para prefeito. Então, essa condição se busca pelo trabalho. Também você deve ter a humildade de entender que, não sabendo tudo, precisa estar cercado de uma grande equipe. Vamos ter uma grande equipe de secretários e gestores associados ao nosso governo Assim, queremos evoluir no crescimento continuado e sustentável da cidade. Eu, como médico, sei das questões da saúde. Como cidadão, sei das questões de infraestrutura urbana, e tenho as minhas reclamações com relação às condições de água, esgoto e com as questões de desenvolvimento industrial. Com uma grande equipe, você tabula, cria, propõe e acaba construindo.

Pioneiro: Qual a obra dos sonhos do prefeito Claiton?
Claiton: As minhas obras mais sonhadas são as de ordem social: a UTI neonatal, o hospital com condições de oferecer mais leitos, a creche 100% gratuita e o transporte universitário. Acho que todo o crescimento sustentado de uma cidade passa pelas questões sociais. Se tu tem um povo morando bem, se alimentando bem, com boa saúde, com condições de educação e de transporte quando isso representa crescimento cultural e desenvolvimento formativo na questão profissional, isso passa pela questão que me fará realmente feliz como administrador público, esses questões que permitam também as pessoas serem mais felizes.

Leia o restante da entrevista na edição impressa do Pioneiro desta quarta-feira.

PIONEIRO

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros