Justina Onzi será a vice de Marcos Daneluz na disputa pela prefeitura de Caxias do Sul - Política - Pioneiro

Versão mobile

 

Chapa pura28/06/2012 | 13h27Atualizada em 28/06/2012 | 17h28

Justina Onzi será a vice de Marcos Daneluz na disputa pela prefeitura de Caxias do Sul

Coligação PT/PRB/PRTB/PTC/PV fez o anúncio no começo da tarde desta quinta-feira

Justina Onzi será a vice de Marcos Daneluz na disputa pela prefeitura de Caxias do Sul Roni Rigon /
Ao lado de Daneluz e outras lideranças políticas, Justina foi aclamada candidata a vice Foto: Roni Rigon

A assistente social Justina Onzi (PT), 57 anos, foi anunciada na tarde desta quinta-feira candidata a vice-prefeita na chapa encabeçada pelo também petista Marcos Daneluz. Em entrevista coletiva na sede do diretório caxiense da sigla, Justina, eleita vice-prefeita no segundo mandato da gestão de Pepe Vargas (2001-2004), foi aclamada por lideranças e militantes do PT, PRB, PV, PTC e PRTB, que compõem a coligação. Ela também foi secretária municipal da Saúde.

Presidente do PRB em Caxias, o vereador Renato Nunes disse a candidata foi escolhida por consenso entre os demais partidos que apoiam o PT no pleito deste ano. Até então, Nunes era o nome mais cotado para a vaga.

- Essa indicação não partiu em nenhum momento do Partido dos Trabalhadores, mas foi uma indicação dos demais partidos que compõem a coligação. Eu acredito que eu poderia contribuir muito como vice do Marcos Daneluz, vereador em terceiro mandado, já foi subprefeito, já foi secretário. Mas eu preciso dizer que a gente tem que ter nessa hora a humildade, a capacidade de reconhecer que eu, no caso sou vereaor de primeiro mandato, preciso continuar meu trabalho junto ao Poder Legislativo. Se eu fosse vice do Pepe, o Pepe já foi prefeito em dois mandatos. A deputada Marisa também já foi prefeita. Mas o Marcos Daneluz até então não foi prefeito, vai ser agora. Precisa de alguém com mais experiência do que eu. Sou obrigado a dar o lado.

Em seu primeiro pronunciamento como candidata a vice-prefeita, Justina agradeceu a indicação e disse conhecer a responsabilidade de voltar à administração pública, caso seja eleita.

- O que me move a aceitar esse passo político, em nome de todos os partidos, é a experiência que eu já tive. A gente tendo, responsabilidade, força, clareza política de onde quer chegar, se faz muito e se faz bem se a gente quer. Eu quero e nós queremos. São poucos os que têm coragem de fazer porque dá trabalho, tira o nosso sossego.

PIONEIRO

 
 
 

Veja também

 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros