Apoios a candidatos a prefeito de Caxias dominam a semana após o primeiro turno - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante21/11/2020 | 07h15Atualizada em 21/11/2020 | 07h15

Apoios a candidatos a prefeito de Caxias dominam a semana após o primeiro turno

Confira quem se manifestou a favor de Pepe e de Adiló

Apoios a candidatos a prefeito de Caxias dominam a semana após o primeiro turno /
Pepe Vargas ( PT) e Adiló Didomenico ( PSDB) disputam o segundo turno em Caxias do Sul

A semana após o resultado do primeiro turno da eleição para a prefeitura de Caxias do Sul teve os anúncios de apoios no centro dos encaminhamentos da disputa. 

Como era esperado, ex-candidatos a prefeito e vice que integraram os governos José Ivo Sartori (MDB) e Alceu Barbosa Velho (PDT) manifestaram apoio ao tucano Adiló Didomenico – caso de Antonio Feldmann e o vice Odir Ferronatto (Podemos), Carlos Búrigo (MDB), Vinicius Ribeiro (DEM) e o vice Kiko Girardi (PSD), Edson Néspolo (PDT) e o PP do vice Edson da Rosa. 

– Eu, por toda ajuda quando fui presidente da Festa da Uva e por ter trabalhado com ele, votarei no Adiló – declarou Néspolo.

– Meu apoio é para Adiló, não concordo com o jeito do PT administrar – disse Búrigo.

Ex-candidatos que não integraram esse grupo também abriram voto para Adiló, como Renato Toigo (PSL) e o vice Nilvo Bertolla (PSL); e Nelson D’Arrigo (Patriota). O partido Novo, de Marcelo Slaviero, defendeu não anular e não votar no PT – o que significa ser pró-Adiló. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 15/11/2020 - Eleições em Caxias do Sul. Adiló Didomenico, PSDB, é o candidato que vai disputar o segundo turno com Pepe Vargas. PT (Marcelo Casagrande/Agência RBS)<!-- NICAID(14644366) -->
Adiló e Paula contam com apoio de diversos ex-candidatos a prefeito Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

Receber adesões partidárias e de lideranças, naturalmente, agrada aos candidatos e é significativo, mas nas redes sociais a repercussão não é muito favorável. Isso porque esse grupo é chamado de "blocão", portanto, surgem críticas voltadas à distribuição de cargos.

Adiló até falou sobre isso no programa eleitoral, reproduzindo discurso de domingo (15).

– Nós não vamos "rifar" a prefeitura em troca de apoio. A população em 2016 já disse que não quer isso. Vamos procurar arregimentar o maior número de apoio possível, mas nossa aliança principal será com o povo, com a população e aqueles que querem o bem de Caxias – disse o candidato do PSDB.

Aliados de Pepe

Inauguração de comitê suprapartidário de Pepe Vargas (PT)<!-- NICAID(14649561) -->
Vereador Alberto Meneguzzi (PSB) manifestou apoio a Pepe VargasFoto: Bruno Lemos / Divulgação

O presidente e o vice do PDT de Caxias do Sul, Maurício Flores e Pedro Incerti, respectivamente, participaram da inauguração nesta sexta-feira (20) do comitê suprapartidário em torno da candidatura de Pepe Vargas (PT) à prefeitura, ao lado de outros filiados pedetistas. Na inauguração, transmitida ao vivo pelo Facebook, foi divulgado que 80% da executiva municipal do PDT e 70% do diretório apoiam o petista. 

O vereador Alberto Meneguzzi (PSB) também estava: 

– Pepe foi o melhor prefeito que Caxias já teve – disse o vereador.

Outro que participou foi Elias Rafael de Freitas, tesoureiro do PSD e da coordenação da campanha de Vinicius Ribeiro (DEM). Ele encaminhou a desfiliação, pois defendia que o partido liberasse os filiados. O PSD decidiu apoiar Adiló. 

O PV e a Rede, que estavam coligados com Edson Néspolo (PDT), se posicionaram ao lado de Pepe no segundo turno. 

No discurso, Pepe referiu-se ao apoio dos que estavam no ato e agradeceu aos "companheiros do PDT, do PV, da Rede, do PSB, do Podemos, do Avante, do Cidadania, do Republicanos, do PSD", bem como do PT, do PCdoB e do PSOL. Na parede, uma bandeira do PDT.

– Estamos construindo uma unidade democrática e popular em defesa de Caxias e do povo – disse o candidato Pepe Vargas.

Leia também
Ex-rainha da Festa da Uva pede exoneração na prefeitura de Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros