Ex-secretária municipal diz que grupo vai retirar máscara do Monumento ao Imigrante em Caxias - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante01/10/2020 | 17h14Atualizada em 01/10/2020 | 18h24

Ex-secretária municipal diz que grupo vai retirar máscara do Monumento ao Imigrante em Caxias

Márcia Rohr anuncia ato para domingo

Ex-secretária municipal diz que grupo vai retirar máscara do Monumento ao Imigrante em Caxias Prefeitura de Caxias do Sul/Divulgação
Foto: Prefeitura de Caxias do Sul / Divulgação

A retirada da máscara do Monumento ao Imigrante, neste domingo, às 15h, deixando no local uma réplica da caixa do medicamento hidroxicloroquina, vem sendo anunciada no Facebook. Quem está na organização é a ex-secretária municipal de Esporte e Lazer do Governo Daniel Guerra, Márcia Rohr, e amigos. Ela criou o grupo "Manifestação Tratamento Precoce x Uso de Máscara". Até as 16h30min desta quinta-feira (1º de outubro), oito pessoas tinham confirmado presença.

_ Desde que ficamos sabendo que o casal (imigrantes) estava de máscara, contatei a prefeitura com a intenção de conversar e demonstrar que o contato da máscara com sol, chuva e etc vai estragar a estátua. E também porque para nós é uma situação exagerada. Não é preciso colocar máscara nos símbolos. Mas a prefeitura não deu retorno. Falei com o alto escalão. Então, o nosso grupo resolveu que vai retirar no domingo _ diz Márcia.

Ela diz que diversas pessoas com quem tem contato sugerem a retirada, por isso criou o grupo no Facebook. Conta ainda que virá um grupo de Porto Alegre para Caxias, o mesmo que esteve no Monumento ao Laçador. Em um vídeo, ela fala que "os descendentes de imigrantes de várias etnias vão retirar a máscara do monumento". 

_ Deixaremos uma réplica da caixa de hidroxicloroquina, demonstrando o tratamento _ afirma.

No final da tarde desta quinta-feira, Márcia disse que recebeu mensagem do prefeito Flávio Cassina e que ele informou que as máscara serão mantidas, porque persiste a necessidade da ação de marketing.

Ex-secretária Márcia Rohr no monumento ao Laçador<!-- NICAID(14606780) -->
Márcia (à direita) participou de ato no LaçadorFoto: Facebook Márcia Rohr / Reprodução

Sem subir no monumento

Conforme Márcia Rohr, ninguém subirá no monumento. Ela diz que já foi analisada uma forma de retirada sem precisar subir, mas não divulga como será.

A ex-secretária municipal garante que não é contra o uso da máscara, mas contra a forma que foi imposta nesta situação.

_ A máscara é para as pessoas, não para as estátuas e monumentos. E esta não é uma simples estátua, é um símbolo da imigração. É muito provável que embaixo da máscara esteja danificado. Quem pagará pelo conserto? Do Laçador foi retirado justamente quando perceberam que o contato com a chuva e sol danifica o material _ justifica.

A ex-secretária de Guerra já esteve em ato de apoio ao presidente Jair Bolsonaro em Brasília. A máscara, como forma de chamar atenção para a prevenção à covid-19, foi colocada em maio. A estratégia foi concebida pelo trio de comunicação da prefeitura, jornalistas Fabiana de Lucena, Andréia Copini e Andressa Gallo.

Leia também
Expectativa diante do confronto entre adversários na eleição em Caxias do Sul
Juventude participa de reunião com Bolsonaro
Construção civil integra conversas para plano de governo da chapa PDT/PP à prefeitura de Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros