Chico Guerra admite que pode concorrer a prefeito de Caxias - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante06/08/2020 | 18h10Atualizada em 06/08/2020 | 18h18

Chico Guerra admite que pode concorrer a prefeito de Caxias

Vereador disse que "se o partido entender", não tem problema em aceitar

Chico Guerra admite que pode concorrer a prefeito de Caxias Pedro Rosano/Divulgação
Foto: Pedro Rosano / Divulgação

O vereador Chico Guerra disse, nesta quinta-feira (6), que aceita ser o candidato a prefeito do Republicanos, se esse for o entendimento do partido, mas afirmou que  Daniel Guerra, ex-prefeito e seu irmão, é uma forte opção para concorrer. 

Sobre aceitar concorrer, Chico respondeu ao Pioneiro:

_ Se o partido entender que eu tenha essa representatividade da população, sem problema nenhum.

Chico, que é de pouca conversa com a imprensa, fez a afirmação após seu nome surgir numa enquete, divulgada no Facebook, em que ele lideraria uma eventual chapa para a disputa à prefeitura e o presidente do Republicanos, Júlio César Freitas da Rosa, seria o candidato a vice-prefeito. Garantiu que essa enquete não teve origem no grupo do Republicanos.

Naturalmente, Chico não deixou de falar que o ex-prefeito pode ser o candidato, mas frisou que a prioridade é o projeto e não a pessoa.

Leia mais
Suposta chapa do Republicanos para a prefeitura de Caxias movimenta os bastidores

_ O partido está analisando toda essa questão, pois tem ainda a possibilidade do Daniel, há uma grande força da comunidade querendo ele. É uma forte opção. Por outro lado, a gente entende que sempre foi um projeto maior, não é a pessoa Daniel Guerra, é o projeto. Independente da pessoa, quem estiver lá vai representar esse projeto.

O partido Republicanos não admite falar na inelegibilidade de Daniel Guerra por causa do impeachment, mesmo assim, quando Chico diz que "tem ainda a possibilidade do Daniel", deixa claro que não é certa a presença do irmão na eleição.

Júlio Freitas também tem usado a "identificação com o projeto" como o mais importante para o partido. Este parece ser o argumento para justificar a ausência do ex-prefeito na disputa, caso confirme-se que não será ele o candidato. 

Linha de pensamento

Chico Guerra falou sobre pesquisa interna e reforçou que os nomes principais são Daniel, o próprio Chico e Júlio Freitas, e que os três têm a mesma linha de pensamento. O vereador Elisandro Fiuza também apareceu na pesquisa, contou. Chico afirmou que, se a pesquisa apontar a possibilidade forte em torno de seu nome, fará "o melhor para a população".

_ Eu entrei na política para mudar a política do jeito que estava, essa era a minha intenção. Agora, a minha intenção é passar para a comunidade uma opção de política verdadeira _ discursou.
(Com Mateus Frazão)

Leia também
Estado vai adotar cogestão no modelo de distanciamento controlado
A união previsível de PT e PCdoB na disputa à prefeitura de Caxias do Sul



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros