"É muito negativo", diz deputado Neri, O Carteiro  sobre reflexo da denúncia contra presidente do Solidariedade - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante27/05/2020 | 19h31Atualizada em 28/05/2020 | 14h53

"É muito negativo", diz deputado Neri, O Carteiro  sobre reflexo da denúncia contra presidente do Solidariedade

Operação da Polícia Federal deflagrou busca e apreensão na casa de Claudio Janta

"É muito negativo", diz deputado Neri, O Carteiro  sobre reflexo da denúncia contra presidente do Solidariedade Facebook/Reprodução
Neri e Janta (à direita) em reunião estadual no Solidariedade realizada em Porto Alegre em novembro passado Foto: Facebook / Reprodução

O deputado estadual Neri, O Carteiro, único parlamentar do Solidariedade (SD) gaúcho e vice-presidente estadual da sigla, disse que foi uma surpresa a ordem de busca e apreensão, nesta quarta-feira (27), pela Polícia Federal (PF) na casa do vereador de Porto Alegre e presidente do partido no Rio Grande do Sul, Claudio Janta. A medida é da Operação Camilo. 

Neri, que vem sendo bombardeado pelo comando estadual do SD devido aos cargos da sigla na Assembleia, já havia se manifestado dizendo que o partido está se autodestruindo. Referia-se às desfiliações de vereadores na janela eleitoral. Agora, o episódio com a PF se soma aos prejuízos partidários. Janta é alvo na mesma operação em que foi preso o prefeito de Rio Pardo, Rafael Barros (PSDB).

Leia mais
Clima insustentável cerca deputado de Caxias do Sul no Solidariedade

Partido do deputado Neri, O Carteiro pode sofrer intervenção da executiva estadual, em Caxias

Neri admite que a imagem do partido se desgasta bastante. Apesar das relações estremecidas, ele diz que não pode julgar, que cabe à Justiça fazer o trabalho e ver a veracidade das denúncias.

– Estou bastante surpreso – disse

Na sequência, emendou:

– Prejudica a imagem do partido. É muito negativo.

O foco é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), que intermedeia serviços de saúde e educação para prefeituras. Uma empresa ligada a Janta teria recebido valores de propina. Em nota, o advogado de Janta, André Barbosa, disse que o vereador não tem participação na suposta fraude, não é sócio de nenhuma empresa, muito menos daquelas que estariam sendo investigadas. E que não recebeu nenhum valor da prefeitura de Rio Pardo ou de alguma empresa que prestasse serviços à mesma. 

Resposta à executiva

Sobre o prazo de 10 dias, divulgado sexta-feira pela direção do Solidariedade, para que se manifeste a respeito de  indicações de cargos na Assembleia, Neri disse que o presidente em Caxias, Márcio Amaral, encaminhará o documento.  O SD questiona o fato de ocupantes de cargos em comissão não serem filiados ao partido. O comando estadual cogita fazer intervenção na comissão provisória em Caxias e até ingressar na Justiça para pedir o mandato de Neri. 

Depois desse estrago envolvendo o presidente do partido com a operação da Polícia Federal, o comando estadual do Solidariedade tem mais com o que se preocupar.

Leia também
VÍDEO: bombeiros descem de rapel paredes de hospital em Caxias do Sul para homenagear profissionais

Após ficar duas semanas internada com coronavírus, idosa de Caxias comemora volta para casa


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros