Comissão de Saúde da Câmara de Caxias é excluída da visita do governador  - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante20/05/2020 | 10h33Atualizada em 20/05/2020 | 10h37

Comissão de Saúde da Câmara de Caxias é excluída da visita do governador 

Vereador Rafael Bueno (PDT), que preside a comissão no Legislativo, acusou Paula Ioris  (PSDB) de "sujeira política"

Comissão de Saúde da Câmara de Caxias é excluída da visita do governador  Gabriela Bento Alves/Divulgação
Vereador Rafael Bueno disse que o grupo tinha várias pautas para apresentar a Eduardo Leite Foto: Gabriela Bento Alves / Divulgação

A participação da vereadora Paula Ioris (PSDB) na vinda do governador Eduardo Leite (PSDB) a Caxias do Sul, sábado (16), representando a Câmara, provocou uma situação tensa. A Comissão de Saúde da Casa foi excluída da visita, ocasião em que foram inaugurados 10 leitos de UTI. Paula é representante de Leite na Serra e é pré-candidata a vice-prefeita ao lado do agora também tucano Adiló Didomenico.

O vereador Rafael Bueno (PDT), que preside a Comissão de Saúde, disse na sessão desta terça-feira (19) que não foi comunicado de que haveria representação da Câmara e muito menos de algum membro da comissão "já que a vereadora Paula não faz parte" .

– Esse é o coleguismo. Quando o interesse particular sobrepõe uma causa. Isso é sujeira política – acusou o vereador.

E prosseguiu:

– Antes dos interesses pessoais, existem pautas coletivas, e aqui nós somos cinco membros da Comissão de Saúde. A gente tinha muitas pautas que discutimos durante a semana para levar para o governador, e agente não pôde. [...] Parece que agora está tudo resolvido com o coronavírus. A gente não ouve mais falar em parcelamento de salários...

Rafael disse que fez contato com o gabinete do prefeito Flavio Cassina e foi informado que só Paula Ioris podia estar presente. Ao Mirante, ele contou ter falado com a secretária de Governo e chefe de Gabinete, Grégora Fortuna dos Passos, e a informação foi de que Paula organizou a vinda de Leite e nenhum vereador mais poderia participar.

Só a vereadora

O presidente da Câmara de Vereadores, Ricardo Daneluz (PDT), disse que ficou sabendo dessa agenda do governador por Paula, por telefone, na quinta-feira à tarde.

– Ela me ligou e colocou que estava articulando essa vinda do governador e que gostaria de representar a Câmara. Perguntei se poderia participar mais algum vereador. A informação foi de que não poderia devido ao número máximo de pessoas que o Governo do Estado permitiria participar, que seria de sete pessoas.

Daneluz admitiu que não falou com a comissão sobre esse assunto. Ele autorizou Paula a representar a Câmara.

:: Tudo parece ter sido articulado para que a vereadora ganhasse holofotes com exclusividade em ano eleitoral. 

O que diz Paula

"O próprio vereador Rafael sempre se dirige a mim como representante do governador Eduardo Leite. Sou do partido do governador, estou sempre à disposição para o encaminhamento de demandas. Desta vez, intermediei a vinda do governador para a inauguração dos leitos do HG, algo que nossa cidade precisava. O protocolo da visita foi feito pelo Governo do Estado e limitou bastante o número de pessoas. Como intermediei a vinda, solicitei ao presidente da Câmara que eu representasse a Casa. Não era um momento de levar demandas, segundo a orientação do protocolo. Era uma visita breve. Mas estou totalmente à disposição dos vereadores da Comissão de Saúde, assim como de todos os outros para fazer os encaminhamentos que desejarem ao Governo do Estado."

Leia também
Deputado diz que é incoerente municípios decretarem calamidade e afrouxarem o isolamento social
Partido do deputado Neri, O Carteiro pode sofrer intervenção da executiva estadual, em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros