Vice-prefeito de Caxias do Sul diz que situação financeira do município é muito grave  - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante09/04/2020 | 19h00

Vice-prefeito de Caxias do Sul diz que situação financeira do município é muito grave 

Elói Frizzo também chama proposta de tucanos de suspensão e adiamento de pagamento de impostos de "eleitoreira" 

Vice-prefeito de Caxias do Sul diz que situação financeira do município é muito grave  Lucas Amorelli/Agencia RBS
Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

O vice-prefeito Elói Frizzo (PSB) se manifestou em relação às finanças do município, dizendo que a situação é extremamente grave, com perspectiva real de grande baixa na arrecadação e de não se concretizar ao final do ano o orçamento em execução. O vice-prefeito enviou nota ao Mirante, onde faz considerações sobre a situação financeira do município. Ele fala de herança do governo anterior, somada aos problemas gerados pela pandemia de coronavírus.

Frizzo rebateu os vereadores e pré-candidatos à prefeitura Adiló Didomenico e Paula Ioris, que juntamente com Tatiane Frizzo, todos do PSDB, foram nesta semana à prefeitura pedir que o pagamento de ISSQN seja suspenso por 90 dias e que as parcelas do IPTU dos meses de abril e maio sejam transferidas para novembro e dezembro, tanto para imóveis residenciais quanto comerciais. Chamou de propostas de "cunho eleitoreiro".

— Esse é o pior momento para se pensar ou defender propostas de cunho eleitoreiro, de muito difícil execução no momento em que a prefeitura se vê na contingência de remanejar recursos, vide decreto de calamidade pública, para a área prioritária da saúde, no combate à pandemia —afirmou.

Reflexo das eleições que virão.

Confira a manifestação de Frizzo

Em nota, o vice-prefeito disse:

"A situação das finanças do município é extremamente grave, com perspectiva real de grande baixa na arrecadação e de não se concretizar ao final do ano o orçamento em execução.

 A parada forçada  na economia da cidade, com o objetivo de se preservar vidas com a justa estratégia de isolamento social, lamentavelmente terá  seu preço. A par dessa situação herdamos problemas graves do governo anterior: caixa raspado, déficit gigantesco na Codeca em situação pré-falimentar, saúde sem orçamento, obras paralisadas, zero de planejamento e servidores divididos e desmotivados.

A toda essa péssima situação, herdada em apenas três meses, de cara,  pegamos uma enchente, em seguida seca em nossas áreas rurais que ainda perdura e, agora, a pandemia da covid-19. 

Tais situações não são desconhecidas pelos pré-candidatos Adiló e Paula, meus ex-colegas de Câmara.

Nesse sentido, esse é o pior momento para se pensar ou defender propostas de cunho eleitoreiro, de muito difícil execução no momento em que a prefeitura se vê na contingência de remanejar  recursos, vide decreto de calamidade pública, para a área  prioritária da saúde, no combate à pandemia".

Leia também
Vereadores pedem reabertura dos salões de beleza em Caxias
Presidente do partido de Daniel Guerra será CC 8 na Câmara de Vereadores de Caxias
Projeto que reduz salários de prefeito, vice e secretários será arquivado em Vacaria

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros