Em rede social, ex-prefeito de Caxias diverge do chefe do Executivo de Bento sobre flexibilizações - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante20/04/2020 | 10h29Atualizada em 20/04/2020 | 11h02

Em rede social, ex-prefeito de Caxias diverge do chefe do Executivo de Bento sobre flexibilizações

O pedetista deixou claro que não concorda com a atitude de Guilherme Pasin diante da pandemia de coronavírus

Em rede social, ex-prefeito de Caxias diverge do chefe do Executivo de Bento sobre flexibilizações Andreia Copini/Divulgação
Alceu em visita a Pasin, na prefeitura de Bento Gonçalves, em maio de 2013 Foto: Andreia Copini / Divulgação

A publicação de quinta-feira feita pelo prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin (PP), no Twitter, sobre a reunião com o governador Eduardo Leite (PSDB) pela flexibilização para a abertura do comércio na Serra, teve reação do ex-prefeito de Caxias do Sul Alceu Barbosa Velho (PDT). 

O pedetista deixa claro que não concorda com a atitude diante da pandemia de coronavírus. Pasin também se manifestou após a colocação de Alceu. 

"Estas flexibilizações (são) um tremendo erro. Deus queira esteja errado!!", escreveu o ex-prefeito de Caxias.

Pasin, então, perguntou:

"Possui nossos dados epidemiológicos, amigo?"

Alceu voltou a comentar:

"Vejo o mundo, irmão!!! Deus abençoe!!"

Guilherme Pasin e Alceu Barbosa Velho sobre reabertura do comércio em meio à pandemia de coronavírus<!-- NICAID(14481346) -->
Foto: Twitter Guilherme Pasin / Reprodução

"Erro pode custar caro", afirma Alceu

Questionado pelo Mirante se entendia que era uma visão equivocada a liberação do comércio, medida adotada também pelo prefeito de Caxias, Flávio Cassina (PTB), Alceu disse que é a favor do isolamento social e considera o afrouxamento "um erro que pode custar caro".

– Pela gravidade da pandemia no mundo, consequências catastróficas, milhares de mortes; no Brasil, Amazônia, Fortaleza, São Paulo, dentre outras; sou a favor do isolamento social. Aliás, se Europa e EEUU estão agora colhendo algum resultado, mesmo tímidos, é fruto do isolamento. "Abrir geral" acho um erro. Principalmente com uma doença terrível que não tem remédio que cure. Atividades essenciais, mas essenciais, sim, cercadas de cuidado. Afrouxamento nos moldes proposto, um erro que pode nos custar caro. Deus queira que não! A vida é o maior bem juridicamente tutelado. O líder tem que ter muita cautela diante das crises e isso não é fácil – disse o ex-prefeito.

Leia também
"É um carinho ao setor econômico que vai custar caro" , diz vereadora caxiense sobre liberações em crise do coronavírus
Movimento em Caxias adere à carreata nacional favorável a Bolsonaro e contra o presidente da Câmara dos Deputados
Lideranças políticas lamentam a morte de ex-vice-prefeita de Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros