Grupo de vereadores de Caxias divulga nota "O que está em jogo é a vida" - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante29/03/2020 | 17h20Atualizada em 29/03/2020 | 17h20

Grupo de vereadores de Caxias divulga nota "O que está em jogo é a vida"

Eles ressaltam a eficácia do isolamento social como meio de combate ao vírus.

Grupo de vereadores de Caxias divulga nota "O que está em jogo é a vida" Luciane Modena/Divulgação
Foto: Luciane Modena / Divulgação

Cinco vereadores de Caxias do Sul assinam a nota “O que está em jogo é a vida”. Alberto Meneguzzi (PSB), Denise Pessôa (PT), Paula Ioris (PSDB), Rafael Bueno (PDT) e Renato Oliveira (PCdoB) defendem a necessidade do enfrentamento “sério e responsável” ao coronavírus e ressaltam a eficácia do isolamento social como meio de combate ao vírus. Diante das mobilizações em defesa da volta ao trabalho, eles destacam que a crise econômica é efeito da pandemia e não do isolamento social.

Os vereadores salientam que as projeções apresentadas pela Secretaria Municipal de Saúde alertam para um crescimento substancial dos casos em Caxias nos próximos meses, podendo atingir, em agosto, 51 mil pessoas infectadas com coronavírus.

Leia mais
Presidente da Câmara de Caxias contraria recomendações e defende volta da população ao trabalho

Os cinco parlamentares emitiram a nota no sábado, num claro contraponto às afirmações do presidente do Legislativo caxiense, Ricardo Daneluz (PDT). O presidente publicou um vídeo em suas redes sociais defendendo que a população volte ao trabalho. A nota não cita as declarações de Daneluz, mas fica evidente o mal-estar provocado por ele junto a uma parcela da Câmara, considerando que ele disse que fez as afirmações em reunião na prefeitura como representante do Legislativo.

Confira a íntegra da nota 

O QUE ESTÁ EM JOGO É A VIDA

Em três semanas, desde a confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Brasil, já computamos mais de 3 mil casos e 92 mortes por Coronavírus, sendo 197 casos no RS, com um total de 2 mortes até agora, confirmando a tendência explosiva da doença já demonstrada em outros países.
Em Caxias do Sul a situação não é diferente, temos até o momento 11 casos confirmados da doença, mas as projeções apresentadas pela Secretaria Municipal de Saúde alertam para um crescimento substancial dos casos em nosso do Município nos próximos meses, podendo atingir no mês de agosto, 51 mil pessoas infectadas com Coronavírus.
A situação é extremamente grave, e nem mesmo os especialistas em Saúde Pública podem afirmar, com precisão, qual será o comportamento e a extensão da pandemia, ou quanto tempo irá durar.
Preocupados com o avanço dos casos de contaminação por Covid-19, nós vereadores que subscrevemos esta nota, defendemos que prevaleçam as ações por parte do Poder Executivo Municipal no sentido de reforçar as estratégias de isolamento social horizontal, fundamentais para conter o crescimento acelerado do número de pessoas contaminadas pelo Coronavírus, bem como garantir o funcionamento apenas dos serviços considerados essenciais à população.
Essas medidas visam à organização dos serviços de saúde para lidar com esta situação, pois apesar de grave, esta pandemia pode ser enfrentada se tivermos um sistema de saúde organizado e bem dimensionado, evitando assim um possível colapso.
Por fim, é importante compreendermos que a crise econômica é efeito da pandemia e não do isolamento social. A capacidade produtiva futura não seria mantida sem a quarentena, por isso é crucial nesse momento reforçar a ideia de que a população permaneça em casa respeitando as recomendações da Organização Mundial de Saúde e da ciência.

Assinam esta nota: Ver. Alberto Meneguzzi – PSB, Verª. Denise Pessôa – PT, Verª. Paula Ioris – PSDB,  Ver. Rafael Bueno – PDT, Ver. Renato de Oliveira - PCdoB.

Leia também
Vendas online e por telefone não decolam e frustram lojistas de Caxias
"Não se pode abrir tudo de uma vez só" , afirma prefeito de Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros