Presidente da Festa da Uva diz que CC para ex-rainha foi proposta do prefeito de Caxias - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante30/01/2020 | 07h15Atualizada em 31/01/2020 | 15h21

Presidente da Festa da Uva diz que CC para ex-rainha foi proposta do prefeito de Caxias

Sobre Governo Guerra, Sandra Randon disse que ficou três anos ouvindo não

Presidente da Festa da Uva diz que CC para ex-rainha foi proposta do prefeito de Caxias Fabiana de Lucena/Divulgação
Em reunião na prefeitura, disse Sandra, Cassina fez a proposta para que Fabiana Koch ficasse no gabinete e auxiliasse na Festa Foto: Fabiana de Lucena / Divulgação

A presidente da Comissão Comunitária da Festa da Uva, Sandra Randon, contesta a afirmação da prefeitura de Caxias do Sul de que o cargo em comissão (CC 8, R$ 7. 032,14) ocupado pela ex-rainha do evento Fabiana Bressanelli Koch foi a pedido da direção do evento. Ela diz que o prefeito Flavio Cassina (PTB), durante encontro no gabinete no dia 20, para convite à administração para a Festa das Colheitas, foi quem fez a proposta para que a ex-rainha ficasse no gabinete e auxiliasse na Festa. 

Também participaram da reunião, o vice-prefeito Elói Frizzo (PSB), o presidente do Conselho Consultivo da comissão e presidente da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC), Ivanir Gasparin, e o diretor-executivo da comissão, Luciano Pereira.

Leia mais  
Ex-rainha da Festa da Uva segue CC e agora está lotada no gabinete do prefeito de Caxias 

Sandra frisa que ficaram muito felizes com esta parceria e pela contribuição que Fabiana pode dar. 

Ela diz que a chefe de Gabinete e secretária de Governo, Grégora Fortuna dos Passos, não estava na reunião. Foi Grégora que confirmou ao Mirante a informação, repassada anteriormente pela assessoria de imprensa, de que a nomeação de Fabiana era um pedido da Comissão Comunitária. 

— Todos nós fomos pegos de surpresa com a disponibilidade do prefeito de propor a Fabiana para trabalhar para a Festa, a disponibilidade de poder nos ajudar para que a Festa seja grandiosa. Não foi um pedido da comissão — afirma.

A ex-rainha era CC 6 (R$ 3.743, 67) no Governo Daniel Guerra, atuando no Instituto de Previdência e Assistência Municipal (Ipam).

O expediente

Segundo a presidente da Festa, Cassina teria dito:

— Ela trabalha aqui (gabinete) conosco e ajuda vocês.

Para Sandra, é uma surpresa que Fabiana não cumpra horários da prefeitura. Grégora declarou que Fabiana, diretora da Comissão Social, não cumpre expediente no gabinete do prefeito, mas, "missões", na organização do evento. Ela também trabalha na UPA Central.

"Três anos ouvindo não"

A presidente da Festa da Uva deixou transparecer a insatisfação com o tratamento do ex-prefeito Daniel Guerra (Republicanos), que foi quem a convidou para presidir o evento. 

Falando da feliz surpresa com a disposição do atual governo, emendou:

— Eu saí de três anos em que o prefeito não nos concedia nenhuma abertura, nenhuma negociação, nada.

Na sequência, elogiou Frizzo e Cassina. 

— A gente sentiu que esse governo nos surpreendeu em haver a continuidade, o auxílio, a parceria; de que não podemos deixar a cidade desamparada e precisamos unir forças pela Festa. Foi importante, significativo esse pensamento do prefeito Cassina e do vice Frizzo de manter a Festa e nos auxiliar, com o objetivo de construirmos juntos.

E repetiu:

— Venho de três anos ouvindo sempre não. 

A medida, diz, era devido à filosofia do ex-prefeito Guerra, de a Festa caminhar com as própria pernas.

Ele defendia que os eventos deveriam ser autossustentáveis.

Leia também  
Esposa de ex-vereador de Caxias do Sul é demitida da Codeca
Frente de centro-esquerda discute futuro de Caxias do Sul 



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros