Esposa de ex-vereador de Caxias do Sul é demitida da Codeca - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante29/01/2020 | 07h15Atualizada em 29/01/2020 | 07h15

Esposa de ex-vereador de Caxias do Sul é demitida da Codeca

"O cargo não era necessário", afirma diretor administrativo financeiro da companhia

Esposa de ex-vereador de Caxias do Sul é demitida da Codeca Facebook/Reprodução
Renato Nunes deixou a Câmara e Cristiane foi demitida da Codeca Foto: Facebook / Reprodução

A esposa do ex-vereador Renato Nunes (Partido Liberal), Cristiane da Silva Nunes, foi exonerada nesta terça-feira (28) do cargo em comissão (CC) que ocupava na Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca). Ela detinha um CC 4, salário de R$ 2.793,97, conquistado no Governo Daniel Guerra, desde 10 de julho de 2017. Renato Nunes foi líder do governo na Câmara de Vereadores e protagonizou diversos embates com os então oposicionistas.

O diretor administrativo financeiro da Codeca, Luis Felipe Burtet, disse que não foi uma análise partidária e que o cargo que era ocupado por Cristiane vai ser excluído. Sobre a exoneração não ter ocorrido logo que houve a troca de governo com o impeachment de Daniel Guerra, considerando que eram constantes os comentários de que o cargo havia sido criado para abrigar a esposa de Renato Nunes, Burtet diz que a orientação da prefeitura era a de fazer a menor intervenção possível e que havia situações prioritárias.

— Os problemas da Codeca são gigantescos — afirma.

A função dela era de assessora administrativa organizacional em segurança de trabalho, recursos humanos e almoxarifado.

— Tentei realocá-la, mas os servidores estavam conseguindo suprir a demanda. O cargo não era necessário. Não posso manter um CC se um concursado consegue fazer, é preciso pensar na gestão — reforça o diretor.

Leia também
Frente de centro-esquerda discute futuro de Caxias do Sul
Ex-rainha da Festa da Uva segue CC e agora está lotada no gabinete do prefeito de Caxias 
CCs de Daniel Guerra devem cerca de R$ 67 mil à prefeitura de Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros