"Soou bem", diz presidente do PDT-RS sobre disposição de Néspolo de concorrer a prefeito de Caxias - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante03/12/2019 | 21h40Atualizada em 03/12/2019 | 22h02

"Soou bem", diz presidente do PDT-RS sobre disposição de Néspolo de concorrer a prefeito de Caxias

Segundo Pompeo de Mattos, decisão passará pelas direções estadual e nacional

"Soou bem", diz presidente do PDT-RS sobre disposição de Néspolo de concorrer a prefeito de Caxias Facebook/Reprodução
Foto: Facebook / Reprodução

A decisão sobre a candidatura do PDT de Caxias do Sul para a prefeitura passará pelas direções estadual e nacional. O nome do ex-prefeito Alceu Barbosa Velho segue sendo o principal para representar o partido na disputa, mas a indefinição faz com que o ex-candidato de 2016, Edson Néspolo, ganhe espaço. O presidente do PDT gaúcho, deputado federal Pompeo de Mattos, esteve com Néspolo e com a presidente da Ação da Mulher Trabalhista, Mirian Fonseca, no dia 22, em encontro do diretório nacional no Rio de Janeiro. 

— Néspolo manifestou que está à disposição do partido. Soou bem — declarou Pompeo.

Leia mais  
PDT de Caxias faz convite para Beltrão ingressar no partido
PDT de Caxias, indignado com TRE, defende ex-prefeito

E emendou, com elogios:

—Alceu é um nome sempre lembrado, porque já foi prefeito, mas não tem definido que sim. Néspolo foi nosso candidato, ocupou várias funções na administração, está no cenário político e disposto a encarar.

Pompeo admite que o fato de Néspolo ter deixado Caxias para assumir a presidência da Gramadotur em Gramado, enquanto a cidade vive uma série de polêmicas com o Governo Daniel Guerra, é um fator de divergência interna. Mas defende o ex-presidente da Festa da Uva:

— Ele foi cumprir uma missão em Gramado, é um grande gestor.

Entre as decisões na reunião nacional está a de que o PDT preferencialmente tenha candidatura própria para a prefeitura nas capitais e nas grandes e médias cidades. Cidades com mais de 200 mil habitantes, a candidatura será supervisada pelo diretório nacional.

Pretendente

Pompeo de Mattos disse que tem outros postulantes no PDT para concorrer e quem defenda o nome do presidente da sigla, Maurício Flores. Maurício esteve com Pompeo em Porto Alegre na segunda-feira, no lançamento do livro “Um golpe contra os trabalhadores”, do presidente nacional da sigla, Carlos Lupi. Pompeo afirma que ele também manifestou o desejo de concorrer a prefeito. 

— Alceu é o líder natural. Depende mais dele a decisão de concorrer. Se ele quiser, ele unifica — frisa.

Presidente do PDT de Caxias, Maurício Flores, com o presidente estadual Pompeo de Mattos e o nacional, Carlos Lupi
Maurício Flores (direita) com Pompeo e Carlos LupiFoto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Entre março e abril, o comando nacional e estadual vão realizar uma pesquisa em Caxias sobre o cenário político-eleitoral. 

O diretório do PDT caxiense tinha reunião na noite desta terça-feira (03).

Na frente

Sobre a intenção do PT de contar com o PDT numa frente de esquerda, Pompeo de Mattos reagiu:

— O PT sempre quer fazer uma frente desde que ele esteja na frente. Topamos, desde que o PDT esteja na frente. Nosso propósito é candidatura própria. 

Leia também   
Com promessa de anúncio para o Estado e ausência de Paulo Guedes, cúpula do Mercosul se prepara para os últimos dias
Chanceleres têm chegada prevista até esta quarta-feira em Bento Gonçalves
Justiça aponta dificuldade em notificar o prefeito de Caxias no processo de impeachment
Sartori dá a entender que não concorre a prefeito de Caxias do Sul


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros