Semana do prefeito de Caxias do Sul tem pedido de impeachment e CPI da Saúde - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante01/09/2019 | 19h39Atualizada em 02/09/2019 | 15h36

Semana do prefeito de Caxias do Sul tem pedido de impeachment e CPI da Saúde

Interlocutores dizem que temas não preocupam Daniel Guerra

Semana do prefeito de Caxias do Sul tem pedido de impeachment e CPI da Saúde Diogo Sallaberry/Agencia RBS
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

A semana que se inicia promete uma nova investida de políticos da oposição contra o governo municipal. Nesta terça-feira (3), os vereadores devem votar pelo acolhimento ou não do sexto pedido de impeachment do prefeito de Caxias do Sul Daniel Guerra (PRB). A novidade é a possibilidade de abertura da uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar contratos de empresas terceirizadas que atuam na área da saúde. Os dois movimentos são tentativas de enfraquecer o Governo Guerra.

Leia mais:
A sombra do impeachment do prefeito Daniel Guerra está de volta
"Mais uma bombinha para dentro do partido", diz presidente do PSD de Caxias do Sul

A denúncia aponta como irregularidade a realização de uma obra em um terreno particular, que correspondente a uma parte do novo estacionamento do Aeroporto Regional Hugo Cantergiani. 

Protocolado na última quinta-feira (29) pelo ex-subprefeito de Vila Oliva, Jefferson Côrtes Torres, o novo pedido de impeachment é apontado como “juridicamente frágil” por fontes consultadas pelo Mirante, mas alertam que diante dos últimas polêmicas do governo a decisão pode ser predominantemente política.

Quanto à CPI, o vereador Elói Frizzo (PSB), busca reunir no mínimo 12 assinaturas para protocolar o requerimento e dar início as investigações. Ele disse ontem que vai aguardar os desdobramentos do pedido de impeachment para dar andamento a CPI, mas está otimista com o apoio.

A nova denúncia não preocupa Guerra, tanto que manteve sua agenda fora da cidade. O prefeito participa III Congresso Internacional de Desempenho do Setor Público, em Florianópolis, de 2 a 4 de setembro. Na semana passada, participou de evento, em Natal. Ele retorna a Caxias na sexta (6).   

:: Na sessão de terça-feira da semana passada, Frizzo alertou que a decisão do prefeito Daniel Guerra de deixar a Região Uva e Vinho e ingressar na Região das Hortênsias pode caracterizar crime de responsabilidade, uma vez que o município derrubou a liminar, mas o mérito da ação protocolada pelo PDT ainda não foi julgado. Caso a decisão da Justiça seja contra o município, um novo pedido de impeachment estará no caminho de Guerra.

– Se o mérito for julgado e mantida a opinião do Dr. João Pedro Cavalli Júnior, titular da 2ª Vara Cível da Fazenda, para mim vai ficar caracterizado o crime de responsabilidade. A responsabilidade passa a ser da Câmara.

Leia também:
Governo Daniel Guerra participará de Congresso Internacional de Felicidade
Vereadores comentam sobre sexto pedido de impeachment de prefeito de Caxias do Sul
Presidente da Câmara de Farroupilha quer redução de 15 para 13 vereadores
Prefeito de Caxias do Sul ficará fora da cidade por 12 dias


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros