Câmara adia projeto que transforma em lei bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante, em Caxias - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante27/09/2019 | 08h30Atualizada em 27/09/2019 | 08h30

Câmara adia projeto que transforma em lei bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante, em Caxias

Vereadores aprovaram prazo de 10 dias para retomar o assunto

Câmara adia projeto que transforma em lei bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante, em Caxias Gabriela Bento Alves/Divulgação
Velocino Uez é o autor do projeto que institui o evento "Bênção na Praça" Foto: Gabriela Bento Alves / Divulgação

O projeto que pode transformar em lei a bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante Alighieri, em Caxias do Sul, não foi recebido com naturalidade por alguns vereadores. O projeto entrou em primeira discussão nesta quinta-feira (26), mas levou um balde de água fria.

O objetivo da proposição de autoria de Velocino Uez (PDT) é instituir o evento "Bênção na Praça", em dezembro, nas semanas que antecedem o dia de Natal. Conforme a proposta, a coordenação será de "responsabilidade" dos freis capuchinhos.

Leia mais  
Bênção dos freis capuchinhos na Praça Dante pode virar lei
Prefeito Daniel Guerra nega a bênção que ele já recebeu
Prefeitura de Caxias nega uso da Praça Dante para Bênção dos Freis Capuchinhos 

Elói Frizzo (PSB) e Gustavo Toigo (PDT) destacaram o mérito do projeto, mas sinalizaram para impedimento na proposição. Um pedido de vista por 10 dias foi feito por Gustavo Toigo, sendo aprovado. Frizzo disse que a Constituição Federal já garantiria a liberdade de culto religioso.

Elói Frizzo (PSB) foi o primeiro a apontar barreiras. Ele argumentou que estariam abrindo precedente para que outras religiões também queiram instituir em lei datas para eventos. Disse ainda que ao estabelecer responsabilidade aos freis capuchinhos, conforme prevê o artigo segundo do projeto, a Câmara estará dando uma atribuição que não é de sua competência. 

Velocino Uez afirmou ter protocolado o projeto com apoio dos freis. Acrescentou que o objetivo é "valorizar ainda mais aquilo que já era bom, um reconhecimento ao trabalho dos freis". Explicou que o termo "responsabilidade" foi para que mais tarde o poder público não alegue que precise inserção de dinheiro.

Toigo disse que deve apresentar emenda modificativa para conseguir "salvar o projeto".

Leia também  
Protocolado convite para prefeito Daniel Guerra dar explicações à Câmara de Vereadores de Caxias
Desaba argumento da prefeitura de Caxias para impedir eventos na Praça Dante Alighieri
Representantes da política e do direito de Caxias avaliam "excludente de ilicitude" e "legítima defesa" de Código Penal
Parada Livre tem apoio da OAB de Caxias do Sul
"Evidente que o partido vai insistir", diz presidente do MDB sobre Sartori concorrer à prefeitura de Caxias 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros