Vereadores querem esclarecimentos da secretária de Turismo de Caxias - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante 02/08/2019 | 20h34Atualizada em 02/08/2019 | 20h36

Vereadores querem esclarecimentos da secretária de Turismo de Caxias

Motivo é a possível ausência do município no Mapa do Turismo Brasileiro

Vereadores querem esclarecimentos da secretária de Turismo de Caxias Mateus Argenta/Divulgação
Após polêmica com mudança da região da Uva e Vinho para Hortênsias, Renata e o secretário Emílio Andreazza procuraram a CIC Foto: Mateus Argenta / Divulgação

A secretária municipal de Turismo do Governo Daniel Guerra (PRB), Renata Aquino Carraro (PRB), deverá ser convocada para prestar esclarecimentos à Câmara de Vereadores. A intenção é que ela explique os atos que resultaram na possibilidade de Caxias do Sul não figurar no Mapa do Turismo Brasileiro. O requerimento para a convocação já foi protocolado e é de autoria dos vereadores Gustavo Toigo (PDT), Adiló Didomenico (PTB) e Edson da Rosa (MDB). 

Leia mais
Caxias do Sul ficará de fora do Mapa Turístico Brasileiro  
Caxias do Sul pode ficar sem região turística
Liminar impede mudança de Caxias para a Região das Hortênsias  

Os vereadores são, respectivamente, presidentes das comissões de Desenvolvimento Econômico, Fiscalização e Controle Orçamentário; de Constituição, Justiça e Legislação; e de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação, Cultura, Desporto, Lazer e Turismo. O requerimento precisa ser votado em plenário, mas não há como ser rejeitado.

Os vereadores justificam a convocação considerando a intenção de Caxias do Sul de deixar a Região Uva e Vinho e ingressar na Região das Hortênsias, que não tem identificação histórico-cultural com o município; e que, por estar fora do Mapa do Turismo Brasileiro, Caxias não poderá ter acesso a mecanismos de fomento ao setor turístico.

A situação a que chegou o município com a decisão da administração de trocar de região turística, sem ampla discussão e mesmo com diversas manifestações contrárias — a exemplo da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias (CIC), prefeitura de Gramado e do próprio secretário estadual de Turismo, Ruy Irigaray — precisa mesmo de muita explicação. 

Difícil vai ser a secretária conseguir argumentar de forma convincente ao que leva o Governo Guerra a insistir nesta medida.

Ideia fixa

A prefeitura mantém a ideia fixa e tenta reverter a liminar, mediante ação impetrada pelo presidente do PDT, Maurício Flores, que impediu a concretização da troca da Região Uva e Vinho para Hortênsias. A ação do partido adversário contribuiu para esse desfecho. Deve-se considerar que a medida impetrada pelo presidente do PDT é legítima, uma vez que o prefeito desconsiderou a Lei Orgânica Municipal, que determina que precisaria de aval da Câmara de Vereadores.

Para que Caxias não fique de fora do Mapa do Turismo Brasileiro, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado (Sedetur) tenta manter o município no roteiro de origem (Uva e Vinho).

Já o Governo Daniel Guerra, somente depois de muita polêmica, foi procurar a CIC para falar sobre a decisão de trocar a cidade de região turística. Foi na segunda-feira, quando a secretária de Turismo, Renata Carraro, e o secretário do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego, Emílio Andreazza, estiveram com o presidente da CIC, Ivanir Gasparin.

Leia também  
Vereador diz que prefeito de Caxias do Sul é caso de interdição
Ex-vereador do PDT assume cargo na Câmara em Caxias
Prefeito de Caxias do Sul não sanciona nem veta projeto contra machismo
Prefeitura de Caxias terá que disponibilizar informações sobre atos de servidores na internet



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros