Vereador diz que adversário expôs a mãe no protesto na UBS Cristo Redentor, em Caxias - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante18/06/2019 | 21h30Atualizada em 19/06/2019 | 13h49

Vereador diz que adversário expôs a mãe no protesto na UBS Cristo Redentor, em Caxias

Renato Nunes (PR) afirmou que Rafael Bueno (PDT) pagou mico

Vereador diz que adversário expôs a mãe no protesto na UBS Cristo Redentor, em Caxias Vídeo Pioneiro/Reprodução
Necessidade de segurança para o prefeito Daniel Guerra foi definida por Elói Frizzo como "espetáculo vergonhoso" Foto: Vídeo Pioneiro / Reprodução

A inauguração da UBS Cristo Redentor e o protesto protagonizado pela mãe do vereador Rafael Bueno, na sexta-feira, por óbvio não passariam em branco. O governista Renato Nunes (PR) tripudiou.

— Vereador Rafael Bueno, que decepção. Agora entendo porque do nervosismo, porque a agitação toda. Quando a gente marcou a inauguração da UBS Cristo Redentor, eu acreditei que ia ter no mínimo umas 200 pessoas gritando lá o nome do Rafael Bueno. Não sei se chegaria a tanto chamar ele de mito ou alguma coisa assim, mas pensei que ia ter umas 200 pessoas lá gritando. Sabe quantas pessoas tinham lá? Seis. Duas crianças, a mãe, dois assessores e um senhor. Que vergonha.

Leia mais  
VÍDEO: Inauguração da UBS do Cristo Redentor, em Caxias, é tumultuada
Inauguração da UBS Cristo Redentor, em Caxias, vira confronto político

Nunes prosseguiu falando especificamente da participação da mãe do vereador, Vera Lúcia Rech.

— Para que expor a sua mãe desse jeito? Preserve a sua família, não permita que sua família passe vergonha, passe ridículo. Que vergonha, que vexame, que demonstração de fracasso, de fraqueza, não precisava ter pagado esse mico. Eu não exponho a minha família desse jeito.

E prosseguiu:

— A mãe fez um "gritedo", chamou de mentiroso, isso e aquilo, só faltou se jogar no chão, a senhorinha. [...] No bairro que o senhor mora, não conseguiu 10 pessoas, 20 pessoas, teve que chamar a mãe para ajudar. Ficou feio, ficou ridículo. 

Nunes seguiu fazendo piada da situação. De tanto gritar, disse, achou que Rafael ou sua mãe iriam ter um ataque e teriam que chamar o Samu.

— Ia ser o primeiro paciente a ser atendido. Ou ia ser o vereador Rafael Bueno ou ia ser a senhora mãe dele. 

O contra-ataque

Rafael Bueno (PDT) contou com o apoio de Elói Frizzo (PSB), que disse que a mãe do pedetista orgulha a cidade, pois é uma lutadora junto com a comunidade do Cristo Redentor. 

— A senhora é uma guerreira — elogiou.

Acrescentou que, por outro lado, as pessoas testemunharam um espetáculo vergonhoso.

— Um prefeito protegido por seguranças e pelos 30, 40 CCs que levantavam as mãos. O espetáculo mais vergonhoso que já vi de um prefeito na história de Caxias do Sul: protegido para poder falar. 

Rafael respondeu que "foram tantas mentiras ditas naquele momento, que não teve como se calar". 

— O que o senhor vai deixar de útil para a nossa cidade? O seu projeto de carrinho de lomba? Minha mãe ensinou a falar a verdade, a não ludibriar, diferente do senhor que engava o povo em cima do palco (quando pastor). 

Alberto Meneguzzi (PSB) não perdeu a deixa:

— O vereador Renato Nunes realmente preserva muito a questão da família, tanto que a mulher dele é CC na Codeca e a família do prefeito, boa parte dela, está em cargos de confiança nesta administração. Isso é preservar realmente a família, a família da gente.

Leia também
Vereadores de Nova Petrópolis reduzem de 11 para nove o número de cadeiras na Câmara Municipal
Críticas de ex-candidato à UAB, em Caxias, revoltam vereadores 
Em prestação de contas, Chico Guerra dá poucas perspectivas de benefícios concretos para Caxias após viagens
Ex-prefeito de Caxias chama Daniel Guerra de mentiroso

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros