Ato pró-Bolsonaro está confirmado em Caxias do Sul - Colunas da seção Mirante - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 
 

Mirante24/05/2019 | 20h16Atualizada em 24/05/2019 | 20h16

Ato pró-Bolsonaro está confirmado em Caxias do Sul

Em caso de chuva, manifestação será cancelada

Ato pró-Bolsonaro está confirmado em Caxias do Sul Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Está confirmado o ato de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro para este domingo (26), às 15h, na Praça Dante Alighieri. Só não sai em caso de mau tempo. Quem está à frente da organização é o PSL caxiense que, aliás, já está com nova presidente. Ana Passos era a vice de Sandro Fantinel, que pediu para deixar o comando da comissão provisória. Na quinta-feira à noite, Fantinel reuniu filiados em um jantar para explicar o momento do partido. O encontro serviu também para assinalar uma transmissão de cargo que, na prática, é automática, a partir da desistência de Fantinel.

Leia mais
"Queremos acabar com os radares", volta a dizer Bolsonaro

O PSL caxiense está entendendo a mensagem do presidente, de não vincular o ato a bandeiras como o fechamento do Congresso e do Supremo Tribunal Federal, que foram as pautas originais do movimento. Em reunião com jornalistas na quinta-feira, Bolsonaro criticou estas bandeiras como reivindicações para os atos marcados para domingo. Mas o surgimento delas de forma espontânea entre os participantes parece inevitável. 

A orientação é ir para a rua com a bandeira do Brasil, para demonstrar apoio ao presidente.

Apesar de o próprio presidente Jair Bolsonaro criticar as bandeiras pró-fechamento do Congresso e do STF, vale lembrar: ele já defendeu, quando era deputado federal, o fechamento do Congresso. E, no ano passado, um de seus filhos, o hoje deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), disse que "um cabo e um soldado" eram suficientes para fechar o Supremo.

DEM libera filiados

O DEM caxiense, alinhado de primeira hora a Jair Bolsonaro, não participará "enquanto partido" do ato programado para este domingo em Caxias do Sul.

— Mas os filiados estão liberados. Quem quiser participar, pode — diz o presidente da sigla, Milton Corlatti.

Perguntado se ele próprio irá participar, Corlatti disse que tem outro compromisso, mas que, se conseguir se liberar, participa: 

— É um ato em prol da democracia e do Brasil. Não vejo problema nenhum — disse.

Leia também
Veja quem visitou o prefeito Daniel Guerra nesta sexta-feira
PRB tem novo presidente municipal em Caxias do Sul
Protocolado na Câmara de Vereadores de Caxias projeto antinepotismo

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros