O que fez de Nova Pádua a cidade mais pró-Bolsonaro do Brasil - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Redutos eleitorais13/10/2018 | 09h26Atualizada em 13/10/2018 | 09h30

O que fez de Nova Pádua a cidade mais pró-Bolsonaro do Brasil

No município da Serra gaúcha administrado pelo PSDB, diretório do PT fechou as portas menos de oito anos após inauguração

O que fez de Nova Pádua a cidade mais pró-Bolsonaro do Brasil Carlos Macedo/Agencia RBS
Município pacato, com 2,5 mil habitantes, rendeu a Bolsonaro o maior percentual de votos válidos em todo o país Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Encarapitada na Serra gaúcha, à beira de um vale rasgado pelo Rio das Antas, está a cidade mais pró-Bolsonaro do país. Em Nova Pádua, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) alcançou 82,75% dos votos válidos no primeiro turno, deixando Fernando Haddad (PT) com 4,48%, ou 86 votos entre os 2,5 mil habitantes. Nova Pádua é, também, a cidade em que Aécio Neves (PSDB) teve a maior aprovação (88%) nas eleições de 2014, na disputa em segundo turno contra a petista Dilma Rousseff.

Esses resultados jogam luz sobre o antipetismo que domina o município governado atualmente pelo PSDB. Nos 26 anos de história, os tucanos ocuparam a cadeira de prefeito, vice ou estiveram na chapa eleita em 18 deles, coligados com siglas como MDB, PP ou ambas. No pleito de 2016, o prefeito, Ronaldo Boniatti (PSDB), sequer teve adversário. A candidatura única refletiu também na Legislativo, já que todos os vereadores são de sua coligação.

Leia mais
Como foi a votação de Bolsonaro e Haddad na Serra
Mirante: reestreia do horário eleitoral revela que vem chumbo grosso

No município com 92% da população de descendentes italianos, o PT jamais chegou ao poder. Tentou por duas eleições na primeira década dos anos 2000, mas foi barrado nas urnas até que o diretório municipal do partido deixasse de existir, menos de oito anos após sua fundação. Todos esses fatores, acrescidos ao fato de os líderes partidários locais não terem se posicionado a favor de seus candidatos à Presidência impulsionaram o alto índice de votos a Bolsonaro, acredita o prefeito.

— Os maiores partidos daqui abriram para seus filiados votarem no Bolsonaro tranquilamente. Não houve orientação, mas, sim, uma liberação — esclareceu Boniatti.

Aversão a políticas assistencialistas, conservadorismo da população e o boca a boca também são levados em conta pelo prefeito para justificar a preferência à extrema-direita. Houve uma onda, influenciada pelas pesquisas, que arregimentou mais eleitores, sugere.

— Pelo cenário que estava se esboçando, imaginávamos que seria uma votação alta. Com as pesquisas, tivemos certeza que quem não votaria em Bolsonaro, faria a migração — pontuou.

Representante do PDT no município, Guido Baggio é hoje o nome forte da sigla de oposição à prefeitura. Para ele, a busca pelo novo na esfera nacional impulsionou a votação no militar.

Economia do município depende da agricultura

O pequeno paraíso italiano, como vangloria-se o município já no seu pórtico de entrada, não vê homicídios desde 2012. O pátio das casas termina onde a calçada começa, sem barreira imposta por muros. Roupas balançando ao sabor do vento nos varais e janelas escancaradas transmitem a tranquilidade do local, que ganhou nome de Nova Pádua em homenagem à cidade italiana de Pádua.

A colonização da região iniciou-se em 1886, com a chegada de imigrantes italianos do Vêneto, na Itália. Cerca de 90% da economia é sustentada pela agricultura, principalmente pelo cultivo de uva. Anualmente, em média, são produzidos 40 milhões de quilos da fruta. O setor industrial ganha representatividade por meio das 27 vinícolas, que juntas produzem mais de 5,5 milhões de litros de vinho por ano.

  _____________________ 

Brazils right-wing presidential candidate for the Social Liberal Party (PSL) Jair Bolsonaro gestures during a press conference in Rio de Janeiro, Brazil on October 11, 2018. - The far-right frontrunner to be Brazils next president, Jair Bolsonaro, stumbled Wednesday by spooking previously supportive investors, while a spate of violent incidents pointed to deep polarization caused by the election race. (Photo by Mauro Pimentel / AFP)
Foto: Mauro Pimentel / AFP

82,75%

É o percentual de votos válidos de Jair Bolsonaro em Nova Pádua, o melhor desempenho proporcional do candidato do PSL no Estado e no Brasil.


  _____________________  

Faz parte desta engrenagem a família Boldrin, liderada por Darci, 54 anos, e Marilei, 39. O casal tem três hectares de uva plantados, de onde colhem anualmente cerca de 90 mil quilos da fruta. Eleitores do Bolsonaro, dizem tê-lo escolhido para acabar com a "roubalheira em Brasília".

— A gente precisa de mudança. O PT estava há muitos anos no poder, até tirarem a Dilma. Foram quase 16 anos. Tiveram tempo para fazer as coisas e não fizeram — justifica a preferência.

 NOVA PÁDUA, RS, BRASIL, 11-10-2018. Darci Boldrini, 54, agricultor e Marilei Boldrini, 39, agricultora, votam em Bolsonaro para presidente. Jair Bolsonaro (PSL) foi o candidato à Presidência mais votado em 420 dos 497 municípios gaúchos no primeiro turno das eleições, que ocorreu no domingo (7). A cidade gaúcha onde Bolsonaro teve a maior parte dos votos, em termos percentuais, foi Nova Pádua, na Serra. No município, criado em 1992, o capitão da reserva alcançou o apoio de 1.588 eleitores, número equivalente a 82,75% do total. O antipetismo, conservadorismo, corrupção e a boa gestão do município pela direita são os motivos apontados por lideranças e moradores. (CARLOS MACEDO/AGÊNCIA RBS)Indexador: Carlos Macedo
Darci e Marilei dizem votar em Bolsonaro pensando nos filhos: "A gente precisa de mudança"Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

Em meio ao parreiral a perder de vista, o casal passa os dias zelando por cada pé. O trabalho exige que Darci use roupas especiais para afastar o perigo de contaminação pelos produtos borrifados sobre folhas e galhos. A terra é herança de seu bisavô, que veio da Itália fugindo da pobreza. O que o casal quer é poder continuar oferecendo aos filhos de 13 e 16 anos uma vida tranquila. Não sabem se os pequenos seguirão o caminho da agricultura, mas adiantam que o voto no Bolsonaro em segundo turno será pensando neles.

— Bolsonaro vai ter meu voto de novo. E de muita gente aqui — finaliza Marilei.

Ficha técnica

  • Região: Serra
  • Distância de Porto Alegre: 164 km
  • População (2018): 2.548 pessoas
  • Ano de emancipação: 1992 
  • Principal atividade econômica: 90% da economia gira em torno da agricultura
  • PIB per capita (2015): R$ 24.693,88
  • IDH: 0,761
  • Votos válidos: 1.919
    Jair Bolsonaro (PSL): 82,75% (1.588 votos)
    Fernando Haddad (PT): 4,48% (86 votos)

Fontes: IBGE, prefeitura de Nova Pádua e TSE 

Veja também:

 ITATIBA DO SUL, RS, BRASIL, 11-10-2018. Itatiba do Sul, aonde Fernando  Haddad, candidato do PT teve o maior percentual de votos no estado, no primeiro turno das eleições 2018. Na foto:  Fotos Gerais de Itatiba do Sul.(TADEU VILANI/AGÊNCIA RBS)
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Itatiba do Sul

Administrado pelo PT desde 2001, município teve maior percentual de votos para Fernando Haddad. Clique para ler a reportagem completa.


 TURUÇU, RS, BRASIL, 10-10-2018: A pequena cidade de Turuçu, próxima à Pelotas, obteve o maior percentual de votos proporcionalmente para o candidato do PSDB, Eduardo Leite (FOTO FÉLIX ZUCCO/AGÊNCIA RBS, Editoria de Notícias).
Foto: Félix Zucco / Agencia RBS

Turuçu

Na terra da pimenta vermelha, proximidade com Pelotas impulsiona votação de Eduardo Leite. Clique para ler a reportagem completa.


 SÃO VALENTIM DO SUL, RS, BRASIL, 10-10-2018. Leite e Sartori disputarão o segundo turno das eleições, marcado para o próximo dia 28. O representante do MDB alcançou seu percentual mais elevado de votos em cidade do Vale do Taquari. Em São Valentim do Sul, Sartori foi o nome escolhido por 1.115 eleitores, 68,49% do total. A finalização das obras na ERS-431 e verba para o cercamento de uma escola e cobertura do ginásio foram alguns dos motivos apontados por moradores e lideranças políticas.  (CARLOS MACEDO/AGÊNCIA RBS)Indexador: Carlos Macedo
Foto: Carlos Macedo / Agencia RBS

São Valentim do Sul

Acesso asfaltado ao município pavimenta apoio à reeleição de José Ivo Sartori. Clique para ler a reportagem completa.

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros