Mirante: o recado direto de Mano Brown aos petistas - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201825/10/2018 | 06h32Atualizada em 25/10/2018 | 06h59

Mirante: o recado direto de Mano Brown aos petistas

Em comício do presidenciável Fernando Haddad, Mano Brown disse que, se não consegue falar a língua do povo, vai perder

Mirante: o recado direto de Mano Brown aos petistas FAcebook/Reprodução
"O que mata a gente é a cegueira e o fanatismo", definiu Mano Brown, em ato pró-Haddad Foto: FAcebook / Reprodução

Depois do senador eleito Cid Gomes (PDT), irmão do ex-presidenciável Ciro Gomes (PDT), cobrar autocrítica do PT, foi a vez do rapper Mano Brown dar um choque de realidade. "Falar bem do PT para a torcida do PT é fácil", disse ele, cobrando que seja falada a língua do povo. Foi na noite de terça-feira, durante comício na Lapa, no Rio de Janeiro, em apoio ao presidenciável Fernando Haddad (PT) – o chamado ato da virada. 

Brown disse que não gosta do clima de festa, porque "a cegueira que atinge lá, atinge nós também. Isso é perigoso."

O músico colocou o dedo na ferida. 

– Se em algum momento, a comunicação do pessoal daqui falhou, vai pagar o preço. Porque a comunicação é a alma, se não tá conseguindo falar a língua do povo, vai perder mesmo. Falar bem do PT para a torcida do PT é fácil. Tem uma multidão que não tá aqui, que precisa ser conquistado (sic) ou a gente vai cair no precipício.

Na sequência, Mano Brown acrescentou:

– Não vim aqui pra ganhar voto. Porque eu acho que já tá decidido. Agora, se falhou, vai pagar. Quem errou vai ter que pagar mesmo [...] O que mata a gente é a cegueira e o fanatismo. Deixou de entender o povão, já era. 

Além de Haddad, estava presente a candidata a vice Manuela D'Ávila, ao lado do ex-presidenciável Guilherme Boulos (PSOL) – o constrangimento desse último era escancarado.

Há uma semana, Cid Gomes disse que alguns petistas se acham donos da verdade e que iam perder feio. Aos gritos de Lula, Lula, chamou os petistas de babacas, dizendo que Lula está preso.

Rendeu

O discurso do músico teve muita repercussão. Fernando Haddad postou em suas redes sociais:

"Mano Brown tem razão. A hora é a do diálogo com nossos irmãos e irmãs."

Jair Bolsonaro (PSL) não perdeu a chance de provocar. Compartilhou o vídeo do discurso do rapper, com a legenda: "Mano Brown tem razão".

 Haddad, então, respondeu ao adversário, também pelas redes sociais:

"Bolsonaro acha estranho que eu tenha eleitores críticos como Mano Brown e Cid Gomes. Bolsonaro estranha porque não admite críticas. Eu convivo com críticas e um governo democrático convive com críticas. Bolsonaro não."

Nesta quarta-feira depois da polêmica, Mano Brown postou uma foto de Haddad em seu Instagram, reafirmando seu voto: "Pelo direito de divergir e ser respeitado, poder escolher seu candidato #Haddad13".

Leia também
392 mil eleitores estão aptos a votar no segundo turno das eleições em Caxias
Pepe Vargas deixa Câmara Federal e assume cadeira na Assembleia Legislativa a partir de janeiro
Quanto custou cada voto dos candidatos a deputado estadual e federal da região

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros