Mirante: divisão política leva eleitores de volta às ruas de Caxias do Sul - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201801/10/2018 | 07h24Atualizada em 01/10/2018 | 08h48

Mirante: divisão política leva eleitores de volta às ruas de Caxias do Sul

Manifestações foram contra e a favor de Jair Bolsonaro

Mirante: divisão política leva eleitores de volta às ruas de Caxias do Sul Montagem sobre as fotos de Marcelo Pedroso (Divulgação) e Felipe Nyland (Agência RBS)/
À esquerda, ato das Mulheres contra Bolsonaro, no sábado; à direita, manifestação a favor de Bolsonaro, no domingo Foto: Montagem sobre as fotos de Marcelo Pedroso (Divulgação) e Felipe Nyland (Agência RBS)

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) motivou as maiores manifestações desta campanha eleitoral, seja contra ou a favor dele.

No sábado (29), as mulheres levaram multidões às ruas em várias cidades do Brasil e de outros países, demonstrando publicamente força e união, com apoio dos homens. No mesmo dia, ele deixou o Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Imagens do ato #EleNão realizado em Caxias do Sul no dia 29 de setembro de 2018, contra Jair Bolsonaro (PSL)
Mulheres lideraram protesto contra candidato do PSLFoto: Marcelo Pedroso / Divulgação

O ato Mulheres contra Bolsonaro, fortalecido após a invasão da página com este tema no Facebook, teve grande expressão em Caxias do Sul. Por volta das 16h, a marcha pela Avenida Júlio de Castilhos, saída do bairro São Pelegrino até a Praça Dante Alighieri, revelava que as mulheres têm papel significativo nesta eleição. Elas marcaram a campanha nesta reta final.

Leia mais
Eleitores de Bolsonaro realizam ato em Caxias do Sul
Manifestantes protestam contra Jair Bolsonaro em Caxias do Sul
Bolsonaro recebe alta médica, deixa hospital e vai para o Rio
Mirante: Jair Bolsonaro manda o vice ficar quieto

Em Caxias, dos 322.901 eleitores aptos a votar nesta eleição, 52,7% são do sexo feminino.

O #elenão reuniu contrários a Bolsonaro (mulheres e homens) vindos de vários partidos. A predominância foi da esquerda, seja pela atuação das mulheres nestas siglas ou pela maior organização política.

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL 30/09/2018Manifestantes fazem ato em favor ao candidato a presidência Jair Bolsonaro do PSL. (Felipe Nyland/Agência RBS)
Favoráveis a Bolsonaro levaram o Pixuleco de Lula como presidiárioFoto: Felipe Nyland / Agencia RBS

A resposta dos apoiadores do capitão nas ruas veio neste domingo (30), também em todo país. Para reforçar o lema da campanha de Bolsonaro "Brasil acima de tudo, Deus acima de todos", bandeiras do Brasil tiveram destaque, no que definem como manifestação verde-amarela.

Não faltou o Pixuleco, o boneco que mostra o ex-presidente Lula (PT) vestido de presidiário. Nem seria diferente, até porque Lula está preso e é ele quem projeta o partido para a chegada ao segundo turno através do candidato Fernando Haddad. Os eleitores de Bolsonaro, que estavam reunidos em Caxias, ainda foram orar no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio, destino tradicional de políticos em época de campanha.

Os movimentos conduzem para o caminho das urnas no próximo domingo, com uma disputa que reflete a divisão na sociedade e o descrédito da classe política. 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros