"Espero que moralize o país", avalia presidente da Amesne - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201828/10/2018 | 20h32Atualizada em 30/10/2018 | 13h35

"Espero que moralize o país", avalia presidente da Amesne

Waldemar de Carli avalia que eleição de Bolsonaro é justificada pela necessidade de mudança

"Espero que moralize o país", avalia presidente da Amesne Leticia Fracasso/Divulgação
Waldemar de Carli, presidente da Amesne Foto: Leticia Fracasso / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

O presidente da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne), Waldemar de Carli, acredita que a escolha de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente do Brasil represente a "indignação das pessoas". O prefeito de Veranópolis espera que Bolsonaro trabalhe na descentralização dos recursos e que seja uma gestão que "moralize o país".

Leia mais
Jair Bolsonaro é eleito presidente da República
"O recado é bem claro, que é o de total mudança", afirma presidente do Legislativo de Caxias do Sul

— A gente tem certos receios e dúvidas, mas, acima de tudo, espero que moralize o país. Acho que o povo cansou e quis mudança. A gente percebe que as pessoas estão bastante indignadas com tudo o que acontece. Esperamos que se inicie uma mudança. Gostaria de ver o país com responsabilidade fiscal e que o presidente trabalhe na descentralização dos recursos. Também acho que chegou o momento de fazermos Reforma Tributária, Reforma da Previdência e Reforma Política — avaliou de Carli.

Jair Bolsonaro foi eleito presidente da República no segundo turno das eleições, realizado neste domingo.

Leia também
Morre ex-presidente do Juventude Iguatemy Ferreira Filho, em Caxias do Sul
Por causa das eleições, Gol adia estreia de voo entre Caxias e Guarulhos para segunda-feira

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros