Eleitores enfrentam filas em pontos de votação em Caxias do Sul - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Neste domingo07/10/2018 | 14h41Atualizada em 07/10/2018 | 16h53

Eleitores enfrentam filas em pontos de votação em Caxias do Sul

Ninguém foi preso até o início da tarde

Eleitores enfrentam filas em pontos de votação em Caxias do Sul Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

 Eleitores enfrentaram filas em Caxias do Sul para votar até o início da tarde deste domingo. O tempo de espera chegou a uma hora para concluir o processo eleitoral. Além de pelo menos nove urnas terem sido substituídas no município, o que acaba gerando atraso para o início da votação, outros fatores contribuíram para a demora: nesta eleição, os cidadãos têm de digitar os números de seis candidatos. Além disso, em algumas cidades do Estado, mesários estão fazendo testes das digitais dos eleitores por meio de dados cruzados com o Instituto Geral de Perícias (IGP). Isso acontece com quem não fez o recadastramento biométrico. O atraso ocorre porque são feitas até quatro tentativas de reconhecimento das digitais, comparando com os dados repassados pelo IGP. Assim que o teste é feito, a pessoa é liberada para votar. 

No Instituto de Educação Cristóvão de Mendonza, na Avenida Júlio de Castilhos, a seção 337, logo na entrada do prédio, foi a que acumulou a maior fila ao longo da manhã: a esperar média foi de uma hora, conforme um mesário.

— Além de serem vários votos, o voto biométrico e as tentativas dele demoram bastante —  resumiu um dos mesários.

A partir das 11h, o Colégio São Carlos, que fica no início da Rua Sinimbu, registrou o horário de maior movimento. Era perto das 13h30min quando Terezinha Rech, 69 anos, aguardava para votar. Ela entrou na fila por volta das 13h, mas contava pelo menos 10 pessoas na frente dela._ Acho que é porque tem muito candidato. Na última eleição, não tinha tanta fila_ analisou.Funcionária do São Carlos, Celina Nazario fez outra observação: nesta eleição, ela notou a presença de mais idosos nas filas.

— Mais idosos, até de bengala, vieram votar. Já temos um eleitorado de mais idade, mas nem sempre tantos deles vinham votar_ avaliou Celina.

Em virtude da formação de filas pelos corredores de diversos pontos eleitorais, há relatos de confusão e reclamações por falta de assentos para as pessoas idosas aguardarem.


— Na minha seção, em Ana Rech, parecia a bolsa de valores. Não se sabe onde começa uma fila e termina a outra. E o local é muito pequeno para a quantidade de seções que foram colocadas lá. Tem de rever urgente para a próxima eleição— comentou um eleitor.
 

Leia mais:
Votação segue tranquila e sem registro de crime eleitoral na Serra

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros