Conheça as propostas de Vera Lúcia, candidata do PSTU a presidente - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201804/10/2018 | 10h36Atualizada em 04/10/2018 | 10h36

Conheça as propostas de Vera Lúcia, candidata do PSTU a presidente

Confira o plano de governo do presidenciável

Conheça as propostas de Vera Lúcia, candidata do PSTU a presidente Acervo pessoal/Facebook
Foto: Acervo pessoal / Facebook
Pioneiro
Pioneiro

O Pioneiro está publicando os planos de governo dos candidatos à Presidência. O programa de hoje é da candidata Vera Lucia (PSTU). A publicação é um resumo das propostas apresentadas nos planos entregues à Justiça Eleitoral.

Leia mais
As propostas de Eymael
As propostas de Ciro Gomes
As propostas de Álvaro Dias
As propostas de Cabo Daciolo
As propostas de Geraldo Alckmin
As propostas de Guilherme Boulos

Vera Lúcia Pereira da Silva Salgado, 51 anos, foi candidata à prefeitura de Aracaju (SE) em 2016, quando obteve 4.278 votos. Ela concorre pela primeira vez à Presidência. É formada em Ciências Sociais e foi operária da indústria de calçados.

 Vera foi expulsa do PT em 1992, quando uma ala do partido defendeu o impeachment de Fernando Collor. O documento é dividido em 16 pontos "de um programa socialista para o Brasil contra a crise capitalista". 

Confira os principais eixos e propostas:

Revogação de todas as reformas que retiram direitos
::
Revogação de todas as reformas que retiraram direitos.
:: Revogar a lei das terceirizações e a PEC do Teto dos Gastos, que congela investimentos públicos por 20 anos.
:: Não permitiremos nenhuma reforma da Previdência.

Pelo direito ao trabalho
::
Reduzir a jornada para 36 horas semanais, sem reduzir os salários.

Planos de obras públicas
:: Plano que gere empregos, respeite o meio ambiente, resolva problemas estruturais como o déficit de saneamento básico, escolas e hospitais, financiado com os recursos que hoje vão ao pagamento da dívida pública e as isenções às grandes empresas.

Aumento geral dos salários e aposentadorias
:: Salário mínimo apontado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos). Em agosto, esse valor era de R$ 3.804,06.

Estatização das 100 maiores empresas

Moradia, Educação  e Saúde Pública e de qualidade para todos
:: Desapropriar os imóveis e terrenos vazios e destiná-los à moradia popular.
:: Regularizar imediatamente as áreas ocupadas pelo povo pobre e trabalhador.
:: Investir na construção de moradias populares.
:: Estatizar as escolas e universidades privadas.
:: Estatizar os hospitais privados.

O campo para quem  trabalha. Revolução e reforma agrária radical.

Regularização e titulação das terras indígenas e quilombolas.

Prisão e o confisco dos bens de corruptos e corruptores.

Suspensão do pagamento da dívida e auditoria.

Proibição das remessas de lucro. Estatização do sistema financeiro.

Fim da Lei de Responsabilidade Fiscal. Por uma Lei de Responsabilidade Social
:: Acabar com a Lei de Responsabilidade Fiscal que prioriza o pagamento da dívida em detrimento dos investimentos em saúde e educação.

Reestatização das empresas privatizadas
:: Suspender todas as privatizações. Isso inclui a Petrobrás, a Vale, a Embraer.

Pelo fim da criminalização das lutas e da pobreza. Desmilitarização da PM e descriminalização das drogas
:: Defende a descriminalização das drogas para pôr fim ao tráfico e à desculpa para se matar e encarcerar jovens negros.
:: Fim da lei antiterrorismo que só visa a criminalização das lutas.

Pelo fim de toda a opressão. Contra o racismo, o machismo, a LGBTfobia e a xenofobia

Por um governo dos trabalhadores baseado em conselhos populares
:: Um projeto socialista significa colocar o Brasil nas mãos dos trabalhadores e do povo pobre. São eles que devem decidir os rumos da política todo dia, não ser apenas chamado a votar de quatro em quatro anos.
:: Construir conselhos populares nos bairros, fábricas, locais de trabalho e estudo, e transformá-los em instâncias reais de governo.





 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros