Tá no ar: Marina Silva muda tom do discurso para fugir de rótulo de frágil - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201804/09/2018 | 20h05Atualizada em 04/09/2018 | 20h05

Tá no ar: Marina Silva muda tom do discurso para fugir de rótulo de frágil

Henrique Meirelles aparece na tevê com cachorrinha Trica 

Tá no ar: Marina Silva muda tom do discurso para fugir de rótulo de frágil Arte Pioneiro/
Foto: Arte Pioneiro

Novo tom
A candidata Presidência Marina Silva (Rede) subiu o tom do discurso. A coordenação de sua campanha  tenta descontruir a imagem de mulher frágil. Na semana passada, ela já havia rebatido  críticas de sua aparência de fragilidade.

– Não dá mais para crianças como o Marcus Vinicius (adolescente de 14 anos, morto  após ser atingido por uma bala perdida no caminho da escola, no Rio) morrerem no  caminho da escola, enquanto os mais altos cargos da República se escondem dentro dos palácios e do Congresso. Isso precisa acabar. Não dá mais! (bate com a mão no  púlpito) Não dá mais! – disse Marina, em um tom de indignação.

"Fortes sinais"
Com a frase enigmática, o candidato a presidente da República, José Maria Eymael  (DC), tem concluído suas aparições no programa na tevê e em vídeos publicados em  sua página em uma rede social.

Cachorrinha
Outra tentativa de aproximar o candidato do MDB dos eleitores é a aparição de Meirelles com sua cachorrinha de estimação no colo.

Henrique Meirelles , candidato ao MDB , presidente da República , cachorrinha , trica, tá no ar
Foto: Facebook / Reprodução

Rigotto na tevê
O MDB aposta na imagem do candidato a vice-presidente Germano Rigotto (MDB)  para impulsionar a campanha de Henrique Meirelles. Em 20 segundos, o ex- governador do Rio Grande do Sul exalta a biografia de Meirelles. 

– Nada atinge a biografia de Meirelles. Ele é ficha limpa. Eu tenho muito orgulho de  estar ao seu lado porque sei que ele é o mais preparado para ser presidente do Brasil.  Precisamos do teu apoio. Vamos chamar o Meirelles para presidir e fazer do Brasil, o  Brasil dos nossos sonhos – diz Rigotto.



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros