Tá no ar: Beto em campanha pelo segundo voto - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201818/09/2018 | 14h52Atualizada em 18/09/2018 | 14h52

Tá no ar: Beto em campanha pelo segundo voto

Acompanhe os destaques da propaganda eleitoral

Tá no ar: Beto em campanha pelo segundo voto Arte Pioneiro/
Foto: Arte Pioneiro

"Um dos teus dois votos"
A campanha na tevê do candidato ao Senado, Beto Albuquerque (PSB), tem defendido a renovação das duas cadeiras que estão em disputa na eleição de outubro.

Diante das dificuldades de varrer nomes consolidados, Beto admite receber o segundo voto do  eleitor.

– Este ano, a gente vota duas vezes para senador! Se você tem um candidato muito amigo seu, do teu coração ou do teu partido, vote nele. Eu gostaria muito de ter um dos teus dois votos para renovar o Senado – diz o socialista.

Elogio de Brizola

candidato, senador, RS, Beto Albuquerque, PSB, Brizola, tá no ar
Foto: Reprodução / Reprodução

Para conquistar os votos dos eleitores do ex-governador Leonel Brizola, Beto Albuquerque usa um trecho de uma manifestação do líder pedetista em seu programa eleitoral.

No pleito deste ano, o PDT não apresenta candidato ao Senado.

– Aqui no Sul tem um rapaz, uma expressão das novas gerações, o Beto Albuquerque. Toma nota: excelente expressão. O dia que quiser entrevistar um valor da nova geração chame pra Porto Alegre, o Beto Albuquerque. Expressão – diz Brizola.

Quatro anos
Em um trecho do seu último programa eleitoral, o candidato ao Piratini, Eduardo Leite (PSDB) diz que é possível apresentar em quatro anos as principais soluções para o Estado. Sem mencionar o nome, Leite critica o adversário José Ivo Sartori (MDB).

– Essa história de que ah, mas tem que ter oito anos, não, não. Em quatro anos, eu fiz em uma mandato lá em Pelotas, essa retomada de confiança na cidade.

Sartori tem dito que precisa de mais quatro anos para recuperar o Rio Grande do Sul.

Chega de medo
O candidato ao governo do Estado, Miguel Rossetto (PT), usou parte de sua propaganda para atacar a área da segurança comandada por Sartori.

– Não me conformo que os gaúchos vivam com medo. A violência e a criminalidade nunca foram tão grandes. Ao mesmo tempo, o atual governo diminuiu em 5 mil o número de policiais, o menor da história.

A frase “Chega de medo” aparece em destaque na tela.

Rima
"Olá gauchada, não vote no mais belo, vote no Castelo."

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros