Tá na Web: Em novo vídeo, Temer parte para cima de Haddad - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201806/09/2018 | 14h47Atualizada em 06/09/2018 | 14h54

Tá na Web: Em novo vídeo, Temer parte para cima de Haddad

Presidente fez nova publicação endereçada ao candidato do PT

Tá na Web: Em novo vídeo, Temer parte para cima de Haddad Twitter/Reprodução
Foto: Twitter / Reprodução
Pioneiro
Pioneiro

Após publicar vídeos endereçados ao candidato do PSBD à Presidência da República, Geraldo Alckmin, o presidente Michel Temer (MDB) partiu para o ataque contra Fernando Haddad (PT). Assim como fez com Alckmin, Temer pede no vídeo, publicado por volta do meio-dia desta quinta-feira, que Haddad "fale a verdade". 

— Quero recomendar a você, quando você e seus companheiros me chamam de golpista e de alguém que fez uma reforma trabalhista que recupera a modernidade do nosso país, eu quero que você leia a Constituição, Haddad, coisa que você fará com toda a tranquilidade. Primeiro, para verificar que na Constituição está escrito que quando um presidente é impedido, o vice-presidente constitucionalmente assume — diz o presidente. 

Leia mais
Tá na Web: Em vídeos no Twitter, Temer ataca Alckmin

Nos quase dois minutos de vídeo, ele destaca que não tirou direitos dos trabalhadores com a Reforma Trabalhista, mas, sim, gerou empregos com a medida: 

_ Se você algum dia ocupar algum cargo, você vai ter que colocar a Constituição ao lado e segui-la, como eu sigo e estou agora relatando isso a você. 

Veja o que disse o presidente:

"Haddad, eu quero falar com você. Você que pode ser candidato a vice-presidente ou candidato a presidente da República, não sei bem como serão as coisas, mas quero recomendar a você, quando você e seus companheiros me chamam de golpista e de alguém que fez uma reforma trabalhista que recupera a modernidade do nosso país, eu quero que você leia a Constituição, Haddad, coisa que você fará com toda a tranquilidade. Primeiro, para verificar que na Constituição está escrito que quando um presidente é impedido, o vice-presidente constitucionalmente assume. É que hoje, Haddad, ninguém quer cumprir Constituição, ninguém quer cumprir lei. As pessoas querem fazer aquilo que você está fazendo, ou seja, inventar as coisas da sua própria cabeça. O outro ponto que eu recomendo também a leitura da Constituição, até indico o artigo para você, Haddad, é o artigo 7º da Constituição que tem um longo elenco de medidas protetoras do trabalhador. Ninguém pode alterar essas medidas, Haddad. Não adianta você dizer que nós tiramos direitos dos trabalhadores, porque está na lei maior, está na Constituição. Ninguém pode tirar direitos dos trabalhadores, como não tirei ao fazer a Reforma Trabalhista. Ao fazer a Reforma Trabalhista, o que nós estamos gerando em brevíssimo tempo é a oportunidade de emprego, é a oportunidade de postos de trabalho. Só neste ano foram 448 mil carteiras assinadas Haddad e 1,5 milhão de postos de trabalho. Não diga isso, Haddad, não combina com você. Se você algum dia ocupar algum cargo, você vai ter que colocar a Constituição ao lado e segui-la, como eu sigo e estou agora relatando isso a você. Tenha cuidado, Haddad. Tenha cuidado".

Leia também
Ibope: Bolsonaro tem 22% das intenções de voto; Ciro e Marina, 12%
Conheça as propostas de Ciro Gomes, candidato a presidente pelo PDT
Tá no ar: Sartori aborda parcelamento de salários dos servidores

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros