Rodovia da Serra ainda é aguardada por empresários da região - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201827/09/2018 | 09h30Atualizada em 03/10/2018 | 09h44

Rodovia da Serra ainda é aguardada por empresários da região

A obra, de 18,7 quilômetros chegou a ter licitação lançada em 2014, mas o certame acabou suspenso

Rodovia da Serra ainda é aguardada por empresários da região André Majola/Divulgação
Área onde empresários da região sugerem que seja construída a Rodovia da Serra Foto: André Majola / Divulgação

Outro investimento federal muito aguardado por moradores da Serra não vai ficar na região, mas também é apontado como fundamental para melhorar a logística. É a chamada Rodovia da Serra, como é conhecido o prolongamento da Rodovia do Parque (BR-448). A obra, de 18,7 quilômetros chegou a ter licitação lançada em 2014, mas o certame acabou suspenso e até hoje se aguarda a publicação de um novo. A extensão permitiria acessar a Rodovia do Parque já em Portão, sem a necessidade de se utilizar a BR-116, como ocorre atualmente para quem se desloca entre a Serra e a Região Metropolitana de Porto Alegre. A Associação das Entidades Representativas da Classe Empresarial da Serra Gaúcha (CICS Serra) comanda agora uma força-tarefa para incluir a elaboração de um projeto no orçamento da União para 2019.

Leia mais
Ferrovia que liga sul ao norte do país seria solução para setor produtivo da Serra
Serra precisa de investimentos de R$ 6 bilhões para melhorar rodovias
Para melhorar infraestrutura e logística da Serra, futuro governo do RS precisa investir em rodovias

A situação financeira do Estado e da União, porém, reduzem as esperanças de grandes investimentos públicos na Serra. Para boa parte das entidades, a saída para que os estudos e projetos se tornem realidade é o setor privado, principalmente nas estradas da malha estadual.

– O Estado já provou que não tem condições de absorver as rodovias. Lógico que defendemos que essas concessões sejam feitas de forma decente, que sejam valores que usuários tenham prazer de pagar. Defendemos que seja uma questão urgente – assinala o presidente do CICS Serra, Edson Morello.


 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros