O que pensa Mateus Bandeira sobre o desenvolvimento na Serra - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201829/09/2018 | 10h26Atualizada em 29/09/2018 | 10h26

O que pensa Mateus Bandeira sobre o desenvolvimento na Serra

Candidato do Novo ao Piratini responde a 8 demandas do Pioneiro

O que pensa Mateus Bandeira sobre o desenvolvimento na Serra Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

No dia 19 de setembro, o Pioneiro publicou a terceira reportagem da série A Serra Precisa, com as principais demandas regionais para os candidatos a governador. O terceiro tema foi desenvolvimento.

A partir do contato da reportagem com a realidade regional e o depoimento de fontes protagonistas e especializadas na área, foram listadas 8 demandas da região. Elas foram submetidas aos candidatos a governador, que enviaram ao Pioneiro a visão que têm sobre cada um dos itens e o que pode ser feito, caso eleito.

As outras quatro reportagens da série A Serra Precisa abordam os temas Educação, Saúde, Segurança e Infraestrutura.

Confira o que pensa o candidato Mateus Bandeira (Novo):

1. Fortalecimento e criação de parques tecnológicos
"Vamos mobilizar o ecossistema de inovação integrando instituições de ensino e pesquisa, parques tecnológicos, incubadoras, aceleradoras, entidades não governamentais e empresas privadas. Também vamos habilitar o uso de créditos tributários em projetos de inovação e apoiar a captação de recursos internacionais."

2. Criação de APLs intensivos em tecnologia e em segmentos tradicionais
"Queremos incentivar a criação de soluções de modernização da gestão pública estatal por startups, estimulando a indústria local de Tecnologia da Informação e Comunicação. A iniciativa contribuirá para simplificar e eliminar processos e reduzir a burocracia estatal, melhorando o ambiente de negócios no Estado."

3. Criação de APLs em segmentos tradicionais e fortalecimento de APLs já existentes
"Para que a liberdade do empreendedor se desvincule da burocracia estatal, defendemos o princípio da liberdade com responsabilidade. É possível recuperar a capacidade competitiva aquecendo a economia e tornando-se um ambiente mais propício ao empreendedorismo."

4. Linhas de financiamento para micro e pequena empresa
"É preciso estimular e facilitar a vida de todos os empreendedores. O Estado deve apoiar a livre iniciativa e valorizar quem quer empreender, investir e gerar oportunidades de trabalho e renda para as pessoas. Agilizar os licenciamentos ambientais, estabelecendo prazos limites para emissão de licenças."

5. Criação e fortalecimento de agroindústrias
"Conhecemos a importância das cadeias do agro, e vamos buscar a valorização das características regionais para elevar a competitividade, a qualidade e o valor agregado dos produtos. A Serra gaúcha tem bons exemplos de iniciativas com resultados. Temos uma mão de obra bem posicionada e qualificada, e uma Academia reconhecida no apoio à pesquisa. Vamos valorizar as vantagens competitivas do Estado."

6. Incentivo à agricultura familiar
"Defendemos um Estado parceiro dos produtores rurais, com melhorias nos sistemas de licenciamentos e fiscalização. Além de gradativa redução da carga tributária que tanto penaliza o setor agropecuário. Também daremos prioridade para a segurança, pois entendemos a necessidade de ampliar o rigor no combate à violência no campo, não só com as delegacias especializadas em abigeato, mas também com a revisão do Estatuto do Desarmamento."

7. Fortalecimento e diversificação da matriz turística
"Nossa proposta é estimular o mercado do turismo valorizando nossos patrimônios naturais. Vamos desenvolver uma política muito vigorosa de concessões de serviços de visitação nos nossos parques, de regularização adequada das áreas, formação de guias locais, e mesmo licenciamento de construção e operação de meios de hospedagem. Há potencial para trazer para o Estado os milhares de turistas que já movimentam bilhões nesse segmento."

8. Programa de modernização
"Modernização, simplificação e desburocratização são palavras de ordem em nosso plano de governo. Precisamos repensar o papel que a tecnologia desempenha na gestão pública e fazer amplos ajustes nas prioridades de aplicação de recursos orçamentários, na gestão das estruturas estatais existentes e nas estratégias de execução das ações de modernização através do emprego de tecnologias inovadoras."

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros