Eleitora de 100 anos dá exemplo de cidadania em Caxias do Sul - Notícias de Eleições - Política: deputados, prefeitos e mais - Pioneiro
 

Eleições 201801/09/2018 | 09h55Atualizada em 01/09/2018 | 09h55

Eleitora de 100 anos dá exemplo de cidadania em Caxias do Sul

Dona Celina é uma das duas centenárias aptas a votar na cidade no pleito deste ano

Eleitora de 100 anos dá exemplo de cidadania em Caxias do Sul Lucas Amorelli/Agencia RBS
Celina Dal Prá Zengerling votará em Lourdes para ajudar a escolher bons políticos para governar o país Foto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Aos 100 anos, Celina Dal Pra Zengerling terá uma nova experiência no primeiro turno das eleições 2018. Pela primeira vez desde que começou a votar, ela não irá até Galópolis, bairro onde morou a maior parte da vida, para ter acesso à urna. Como fez o recadastramento biométrico em 2015, teve o local de votação alterado para o salão paroquial Nossa Senhora de Lourdes, mais perto de onde reside hoje com os netos. 

O retorno à urna eletrônica, depois de deixar de votar em 2016, é a retomada de uma tradição. Com orgulho, Celina conta que, em todas as outras eleições, deixou a contribuição como cidadã. Exercer o principal instrumento da democracia é um legado deixado pelo pai dela, José Dal Pra, o Marconi.

– Essa era uma coisa sagrada para fazer. Ele dizia que era para  escolher as pessoas boas para governar o Brasil. É isso que ele mandava a gente fazer – conta. 

A aposentada, que está com título novo depois do cadastro das digitais, não lembra quando foi a primeira vez em que votou, mas guarda 25 comprovantes. Com raciocínio rápido de quem sequer aparenta estar na casa dos 100 anos, Celina costuma ir sozinha à urna eletrônica. Aos netos, pede o auxílio para fazer a colinha com os números dos candidatos escolhidos. 

Leia mais
Tá no Ar: "Pode me chamar de Biga", diz Abigail Pereira, candidata ao Senado
Tá na Web: Alckmin manda recado para Bolsonaro
Mirante: os desafios do horário eleitoral em rádio e TV
UCS promove painel com candidatos a vice-presidente

Celina é uma das duas centenárias aptas a votar nesta eleição em Caxias do Sul. Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que, em 2016, nenhum eleitor do município tinha mais de 100 anos. Em 2014, eram 25. Conforme o chefe de Cartório Eleitoral, Edson Borowski, como esse público não é obrigado a votar, a maioria não fez o recadastramento. 

Segundo ele, existe uma orientação aos mesários para que a acessibilidade seja garantida aos idosos, assim como as pessoas com deficiência. No entanto, isso depende também dos locais de votação, que muitas vezes não estão adaptados. 

 CAXIAS DO SUL, RS, BRASIL, 24/08/2018Eleitora mais velha de Caxias do Sul com 100 anos.Case: Celina Lea Dal Pra Zengerling(Lucas Amorelli/Agência RBS)
Aposentada não lembra quando foi a primeira vez em que votou, mas guarda 25 comprovantesFoto: Lucas Amorelli / Agencia RBS

Centenários
Eleitores com mais de 100 anos no RS e no país
:: De um total de 322.901 eleitores aptos a votar em Caxias do Sul na próxima eleição, dois têm 100 anos ou mais.
:: No Rio Grande do Sul, são 1.543.
:: No país, são 39.049.
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Facultativos
:: Mais de 20 mil têm voto facultativo em Caxias
:: Caxias do Sul tem 20.350 eleitores com mais de 70 anos, idade em que o voto passa a ser facultativo.
:: Adolescentes com 16 e 17 anos também não são obrigados a votar. Caxias tem 1.889 eleitores nesta faixa etária.
:: 52,7% do eleitorado do município é mulher, assim como as duas centenárias aptas a votar em 2018.
Fonte: Tribunal Superior Eleitoral (TSE) 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros