Mais de 250 servidores da segurança pública serão nomeados nesta quinta-feira no RS - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Reforço no efetivo01/10/2020 | 11h48Atualizada em 01/10/2020 | 11h48

Mais de 250 servidores da segurança pública serão nomeados nesta quinta-feira no RS

Ranolfo Vieira Junior promete nomeação e também afirma que está prevista a formação de 879 novos soldados da Brigada Militar para novembro

Mais de 250 servidores da segurança pública serão nomeados nesta quinta-feira no RS Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Ranolfo Vieira Junior assume como governador em exercício e promete nomeação de mais de 250 profissionais da Polícia Civil Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

O vice-governador do Rio Grande do Sul e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Junior, assume o Palácio Piratini ao meio-dia desta quinta-feira (1º) — o governador Eduardo Leite cumpre agenda fora do Estado – e promete nomear 258 novos inspetores e escrivães da Polícia Civil. Ranolfo concedeu entrevista ao programa Gaúcha Hoje da Gaúcha Serra nesta quinta-feira e também afirmou que, além dos novos profissionais da Civil, está prevista a formação de 879 novos soldados da Brigada Militar para novembro.

— Meu primeiro ato como governador em exercício será a nomeação de 258 novos inspetores e escrivães. Amanhã (sexta-feira) já deverão tomar posse. Em 15 de outubro teremos 90 servidores do IGP (Instituto-Geral de Perícias) se formando e, neste momento, temos 879 soldados da Brigada Militar em formação e 80 soldados do Corpo de Bombeiros que se formarão no final de novembro e que começarão a trabalhar em dezembro – afirmou Ranolfo, sem detalhar o número de efetivo que será destinado à Serra.

Nesta quinta, o governo do Estado forma 258 agentes da Civil em cerimônia no Palácio da Polícia, em Porto Alegre. Conforme a assessoria de imprensa da pasta de segurança, seriam nomeados 262, mas quatro desistiram.  De acordo com o secretário e vice-governador, haverá o ingresso de 3.177 novos servidores em 2021. Estes, segundo ele, serão chamados em duas vezes nos meses de março e novembro do ano que vem:

— Estamos desenhando a estratégia, mas vamos continuar com o que já se iniciou no ano passado quando formamos policiais para que nenhum município tenha menos de cinco policiais militares .

Durante a entrevista, Ranolfo destacou a redução dos principais  indicadores de criminalidade no Estado, como homicídios, latrocínios, roubo a veículos e um dos crimes que mais preocupou a população, o de ataques a bancos.

— 2019 foi o melhor ano da última década nos indicadores de criminalidade. Em 2020 não só mantemos como aumentamos as reduções. Embora não estejamos satisfeitos com os números atuais, temos os melhores indicadores da década, que apontam que estamos caminhando no rumo adequado — disse.

Perícia na Serra - Questionado sobre sobre a ampliação de perícias para esclarecimento de crimes na Serra com abertura de um laboratório próprio, uma demanda antiga da região, o vice-governador admitiu não ter conhecimento do assunto.

— Sou transparente e é a primeira vez que essa demanda chega ao meu conhecimento. Não tenho dúvida alguma da necessidade de melhorarmos o atendimento do Instituto Geral de Perícias. Está anotado e conversarei a respeito disso — afirmou.

Caxias solicita reestruturação do Instituto Geral de Perícias e abertura de laboratório para que os exames sejam agilizados. Atualmente, há dependência quanto a análise de vestígios de crimes que são realizados em Porto Alegre.

Leia também
Homem de 50 anos morre em acidente com caminhão em Bom Jesus

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros