Duas mulheres são presas por assassinato de idoso em Ibiraiaras - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Homicídio20/10/2020 | 10h23Atualizada em 20/10/2020 | 11h14

Duas mulheres são presas por assassinato de idoso em Ibiraiaras

Vítima foi morta dentro de casa e Polícia Civil descartou a possibilidade de um assalto

Duas mulheres, de 39 e 60 anos, foram presas como suspeitas do assassinato Luiz Alberto Nicolodi, 60 anos, em Ibiraiaras. O idoso foi morto a tiro dentro de casa, e o crime foi descoberto quando a esposa e a filha retornaram para casa. Inicialmente, a Polícia Civil cogitou um roubo com morte, o que foi descartado pela investigação.

Leia mais
Polícia acredita que roubo de pistola motivou primeiro assassinato em Ibiraiaras em 2020

As duas investigadas foram capturadas em Lagoa Vermelha na noite de segunda-feira (19). Como a prisão é temporária, a delegada Alexandra Ferreira prefere não revelar a identidade das suspeitas ou detalhes da investigação. A autoridade policial também não revela porque a hipótese de latrocínio foi descartada.

— Foi um homicídio qualificado. Constatamos que não foi um roubo com morte, e sim um homicídio. A investigação está bem adiantada, mas elas (presas) só desejam falar em juízo. Temos 30 dias de (prisão) temporária e dependemos de resultados de perícias ainda, mas pretendemos concluir (o inquérito) tão logo voltem estes procedimentos — afirma a delegada Alexandra, que atua em Lagoa Vermelha e responde por Ibiraiaras.

As duas investigadas foram encaminhadas para o presídio de Passo Fundo, pois a casa prisional de Lagoa Vermelha está interditada. Durante a investigação, a Polícia Civil apreendeu uma arma de fogo, que se acredita ter sido utilizada para matar Nicolodi.

Relembre o crime

Nicolodi foi encontrado morto com um tiro na cabeça dentro de sua casa na localidade de Capela Santa Terezinha, cerca de dois quilômetros do centro de Ibiraiaras, na tarde de 22 de setembro. Os cômodos estavam revirados e uma pistola calibre .380, que pertencia ao idoso, havia sumido, por isso a Polícia Civil cogitou um latrocínio.

O crime teria acontecido entre as 14h e as 17h, quando a esposa e a  filha da vítima não estavam em casa. Nicolodi era natural de Garibaldi. Ele deixou esposa, dois filhos e um neto.

Leia também
PMs de 13 cidades da Serra receberão fuzis e coletes balísticos
Gramado terá falta de água nesta terça-feira
Criança é internada em estado grave em hospital de Caxias e polícia investiga maus-tratos 

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros