Bento Gonçalves será a única cidade da Serra a receber peritos da nova turma - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Posto Médico Legal19/10/2020 | 14h41Atualizada em 19/10/2020 | 15h38

Bento Gonçalves será a única cidade da Serra a receber peritos da nova turma

Cidade terá o reforço de três dos 69 novos servidores do Instituto-Geral de Perícias

Bento Gonçalves será a única cidade da Serra a receber peritos da nova turma Gustavo Mansur/Palacio Piratini / Divulgação/Divulgação
Formatura aconteceu por videoconferência em razão da pandemia de coronavírus Foto: Gustavo Mansur/Palacio Piratini / Divulgação / Divulgação

Bento Gonçalves irá receber três dos 69 peritos formados nesta segunda-feira (19). A Capital do Vinho será a única cidade da Serra a receber um reforços nos novos servidores do Instituto-Geral de Perícias (IGP). O Posto Médico-Legal (PML) da cidade atende outros 22 municípios do entorno e era o que estava com mais dificuldades pela falta de efetivo.

A cidade receberá uma médica legista e duas técnicas em perícias. Atualmente, a equipe conta com três servidores, mas um deles está pedindo remoção para Caxias do Sul, processo que deverá ser finalizado em 30 dias. Desta forma, o PML de Bento Gonçalves passará atuar com cinco peritos.

A formatura desta segunda-feira  aconteceu por videoconferência e apresentou 69 novos agentes – 21 peritos criminais, 20 peritos médicos-legistas e 28 técnicos em perícias.

— Aguardávamos ansiosamente por esses formandos. O IGP não tem um número muito grande de servidores, somos cerca de 1 mil, então, esses 69 agentes acrescentam muito às nossas equipes de trabalho. São 69 profissionais divididos em três cargos diferentes e cada cargo é responsável por uma série de exames periciais, então se trata um reforço muito grande às equipes — destacou a diretora-geral do IGP, Heloisa Helena Kuser, durante a cerimônia.

Os formandos fazem parte da primeira turma convocada depois do concurso de 2017. O chamamento ocorreu no último dia 10 de março. Devido à pandemia, o início das aulas foi adiado para 3 de agosto. Foram 360 horas de formação. Todos os empossados têm 15 dias para assumir as funções.

Uma nova turma de 26 servidores já está em curso de formação. O governo estadual também afirma que outros dois chamamentos de aprovados no último concurso acontecerão em março de 2021 e março de 2022.

Efetivo é de 50% do previsto

Com os formandos, o quadro do IGP é de 784 servidores, sem contar com mais 26 ainda concursados em formação, além de duas chamadas previstas para março de 2021 e de 2022. Em 2013, por exemplo, considerado o ano que teve o maior efetivo, havia 838 peritos e técnicos atuando. A legislação que criou o quadro de servidores do IGP prevê 1.751 vagas, mas esse número nunca foi preenchido.

A presidente da Associação dos Peritos Criminais do Rio Grande do Sul (Acrigs), Cristiane Marzotto, informa que a defasagem do quadro tem girado nos últimos anos sempre em torno de 50%.

— Nosso problema não se resume só a números, mas, no caso dos peritos criminais, teríamos que ter novos concursos com áreas de conhecimento específicos — ressalta.

Cristiane destaca ainda outro problema sobre efetivo, que é o fato de ter muitos pedidos de aposentadoria pendentes.

Leia também
Aglomerações: saiba quando um estabelecimento pode ser interditado em Caxias
Rede de postos da Serra firma parceria com empresa de Caxias para implantar energia solar
Prefeitura de Caxias do Sul confirma mais duas mortes por coronavírus

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros