Dois corpos são encontrados após buscas em cânion de Cambará do Sul - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Força-tarefa14/09/2020 | 08h17Atualizada em 14/09/2020 | 09h56

Dois corpos são encontrados após buscas em cânion de Cambará do Sul

Um dos homens foi identificado como Israel Ethur Vieira

Dois corpos são encontrados após buscas em cânion de Cambará do Sul Polícia Civil/Divulgação
Dois corpos são encontrados após buscas em cânion de Cambará do Sul Foto: Polícia Civil / Divulgação

Uma força-tarefa da Polícia Civil, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros encontrou dois corpos dentro de uma barraca em um acampamento no alto de um cânion em Cambará do Sul neste domingo (13). Um deles foi identificado por familiares como Israel Ethur Vieira, 27 anos. O nome do outro ainda não foi confirmado pela polícia e só será divulgado após exames da perícia. Vieira estava desaparecido desde o último dia 5, quando familiares registraram o fato na Polícia Civil de São Leopoldo, município onde ele residia.

De acordo com o delegado Vladimir Medeiros, que atua em Cambará, a Polícia Civil aguarda o resultado da perícia para concluir as investigações.  O caso é investigado também pela delegada Isadora Galian, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de São Leopoldo, onde a ocorrência de desaparecimento foi registrada.

Conforme o delegado Medeiros, o carro que os dois utilizaram foi localizado em uma estrada  a cerca de 6 quilômetros do local onde estavam os corpos. O veículo, de modelo não divulgado, teria atolado e abandonado pela dupla.  

— Ainda é prematuro afirmar como se deram as mortes. Com o laudo da perícia teremos mais condições de fazer alguma afirmação — diz Medeiros, confirmando ainda a investigação não descarta um duplo suicídio.

O laudo da perícia não tem data para ser concluído.

Desaparecimento

De acordo com informações do G1, Israel Ethur Vieira foi visto pela última vez no dia 5 de setembro, ao deixar o prédio onde morava na companhia de outro homem. A hipótese principal da investigação é de desaparecimento voluntário, segundo a delegada Isadora. 

Amigos de Israel contaram ao G1 que ele deixou cartas para pessoas próximas e avisou que sairia de casa. O ex-namorado Junior Evans conta que recebeu uma mensagem de Israel, no dia do desaparecimento, pedindo que ele fosse até o apartamento.

— Pediu pra eu cuidar das gatas. Nas cartas dizia que iria pra longe, que era pra ficar tranquilo, que tava bem, que não estava vendo essa morte como algo ruim. Que ele preparou uma morte indolor. Pacífica, calma — relata.

Leia também
Prefeitura de Gramado confirma morte de quinto idoso que morava em asilo com surto de covid-19

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros