Brigada Militar realiza ação de combate à violência contra a mulher nesta segunda - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Operação Marias31/08/2020 | 09h21Atualizada em 31/08/2020 | 13h21

Brigada Militar realiza ação de combate à violência contra a mulher nesta segunda

Força-tarefa encerra mês alusivo aos 14 anos da Lei Maria da Penha

Brigada Militar realiza ação de combate à violência contra a mulher nesta segunda Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Esta segunda-feira (31) será voltada a ações de combate à violência contra a mulher. A Operação Marias, realizada pela Brigada Militar (BM), encerra o mês alusivo aos 14 anos da Lei Maria da Penha e ocorre em todos os municípios que contam com patrulha exclusiva destinada a coibir crimes do tipo. Na área de abrangência do Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra (CRPO/Serra) a ação ocorre em Caxias do Sul, Farroupilha, Canela, Bento Gonçalves, Gramado, Vacaria, Igrejinha e Três Coroas.

Leia mais
Por mês, mais de 100 mulheres são atendidas por violência doméstica em Caxias

Entre 9h e 17h, a força-tarefa vai se dedicar a visitar mulheres vítimas de violência que possuem medidas protetivas, além de buscar foragidos por violência doméstica.

— Vão ser intensificadas as ações preventivas — destaca a tenente Mileide Ramos Candido, coordenadora da Patrulha Maria da Penha de Caxias do Sul.

Conforme Mileide, as principais ações cotidianas da patrulha são justamente a visitação de mulheres com medidas protetivas em vigor. A frequência é definida caso a caso e o objetivo é garantir que o agressor não volte a se aproximar da vítima. O acompanhamento ocorre enquanto durar a decisão judicial que determina o afastamento do autor do crime, normalmente seis meses. 

Ao longo do mês de agosto, por exemplo, a patrulha acompanhou 58 mulheres, mas o número varia na medida que parte das medidas expiram e outras entram em vigor. Na ação desta segunda, além de intensificar a vigilância, também serão consultados bancos de dados para localizar mandados de prisão em aberto a fim de localizar suspeitos.

Em Farroupilha, os policiais também farão a distribuição de doações arrecadadas na campanha Caixa Lilás. A ação foi lançada pela BM neste mês para arrecadar agasalhos, alimentos e kits de higiene, entre outros, para doar às vítimas de violência doméstica.

Leia também
Varejo das Hortênsias é o mais afetado do Estado, mas diminui perdas
Novo Centro de Eventos projetado para Caxias deve custar R$ 205 milhões
Turismo regional é a tendência para o pós-pandemia

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros