Três policiais militares testam positivo para coronavírus em Caxias do Sul e são afastados - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Pandemia23/06/2020 | 11h47Atualizada em 23/06/2020 | 14h53

Três policiais militares testam positivo para coronavírus em Caxias do Sul e são afastados

Brigadianos têm entre 25 e 38 anos e não tiveram sintomas graves

Três policiais militares testam positivo para coronavírus em Caxias do Sul e são afastados Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Brigadianos têm entre 25 e 38 anos e não tiveram sintomas graves Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

A Brigada Militar (BM) confirma os primeiros três casos positivos para coronavírus entre policiais militares de Caxias do Sul. Os brigadianos têm entre 25 e 38 anos, não apresentaram sintomas graves e estão em isolamento domiciliar. Outros cinco PMs foram afastados de forma preventiva, já que tiveram contato com os colegas infectados.

Os primeiros testes positivos aconteceram no dia 16 de junho, com dois PMs do 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM) que foram testados no Hospital Pompéia. Eles atuam em setores diferentes e não tiveram contato entre si. A suspeita é que um deles possa ter sido contaminado pela esposa, que também testou positivo. A origem do contato do outro, segundo a BM, não foi possível rastrear.

— Vários profissionais apresentaram sintomas, como tosse ou de gripe, e fizemos os afastamentos preventivos. Todos os PMs são testados e as únicas confirmações vieram na semana passada. Sabíamos que em algum momento o vírus chegaria ao nosso efetivo, pois trabalhamos com atendimento ao público. Já estávamos cuidando diariamente, agora vamos reforçar o alerta — diz o tenente-coronel Jorge Emerson Ribas, comandante do 12º BPM.

O terceiro teste positivo veio de um PM do 4º Batalhão de Choque, também na semana passada. Ele divide a moradia com um dos policiais infectados.

— Para qualquer caso suspeito, seguimos o protocolo do Ministério da Saúde e do comando da Brigada. Se apareceu um sintoma de gripe, ou até mesmo da falta de paladar, o PM já é afastado para exame até negativar. Trabalhamos com equipes constituídas e o risco de um policial ter e contaminar os outros, dentro da viatura, por exemplo, é muito grande — ressalta o major Álvaro Martinelli, comandante da tropa de choque na Serra.

A expectativa é que os brigadianos afastados preventivamente sejam liberadores nesta semana após avaliação. Os PMs que tiveram teste positivo devem levar mais uma semana, conforme o ciclo da covid-19. Em Caxias do Sul, a BM conta com parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e a FSG para realização de testes.

— A preocupação é grande também em função do afastamento de um grande número de PMs. Em geral, nosso efetivo tem uma boa saúde e está na faixa etária de menor risco. Temos que evitar surtos dentro do batalhão — aponta o tenente-coronel Ribas, destacando que a tropa é acompanhada diariamente pela enfermaria do 12º BPM.

Outros dois casos confirmados de coronavírus já foram registrados entre policiais militares da Serra. O 3º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (3º BPAT) relata que um tenente que atua em Bento Gonçalves teve o teste positivo. Já o 36º Batalhão de Polícia Militar (36º), informa que um policial militar de Flores da Cunha foi diagnosticado com a covid-19. Ambos são considerados recuperados e já retomaram a rotina.

Leia também
Prefeitura de Caxias do Sul confirma a 12ª morte por coronavírus 
O futuro da economia: o que mudará nas relações de trabalho após a pandemia
Na reta final do prazo para o imposto de renda, aumenta procura por contadores em Caxias


 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros