Homem é preso ao furtar placa do Centro de Atenção ao Turista na principal praça de Caxias - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Criminalidade03/06/2020 | 10h45Atualizada em 03/06/2020 | 10h45

Homem é preso ao furtar placa do Centro de Atenção ao Turista na principal praça de Caxias

Crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira

Homem é preso ao furtar placa do Centro de Atenção ao Turista na principal praça de Caxias Divulgação / Guarda Municipal de Caxias do Sul/Guarda Municipal de Caxias do Sul
Guarda Municipal pede auxílio da comunidade para conter crimes, como o furto na área central da cidade Foto: Divulgação / Guarda Municipal de Caxias do Sul / Guarda Municipal de Caxias do Sul

Um homem de 36 anos foi preso na madrugada desta quarta-feira (3) ao tentar furtar uma placa do Centro de Atenção ao Turista (CAT) na Praça Dante Alighieiri, no Centro de Caxias do Sul. Segundo a Guarda Municipal (GM), que deteve o criminoso, ele disse que iria vender o material de acrílico, com letras em alumínio, para comprar drogas.

Conforme o secretário do Turismo, Ênio Martins, a reposição da placa no CAT vai ocorrer nos próximos dias. Frequentemente, o CAT é alvo de vandalismo e furtos. O crime anterior mais recente ocorreu no início do período de isolamento social, no final de março deste ano, quando foram furtadas barras de alumínio usadas na proteção do prédio, ainda não repostas. A prefeitura quer substituir o alumínio por aço, pela dificuldade maior de vender este produto e também por considerar que a retirada é mais complicada. Isso deve ser feito com material que já há em depósito ou por meio de uma parceria com a iniciativa privada, segundo Martins.

De acordo com o diretor da GM, Jeferson Ricardo Vargas, a Praça Dante é um dos locais onde os guardas reforçam o patrulhamento por ser considerado um local estratégico, mas não há operação contínua no local. A prisão da madrugada, inclusive, ocorreu próximo ao local do furto e não no exato momento do crime. Foi na esquina da Rua Sinimbu com a Borges de Medeiros, por volta de 2h30min. Devido às dificuldades em coibir as ações criminosas em toda a cidade constantemente, Vargas pede a colaboração da comunidade:

— A população é os nossos olhos na comunidade. Então, percebendo algum ato desse tipo, nos acionem, aí conseguimos fazer o atendimento e tirar de circulação esses infratores.

O contato com a GM pode ser feito pelo telefone 153.

Leia também
Fundação Caxias tenta parceria com condomínios para doações na Campanha do Agasalho
Ministério Público do Trabalho pede fechamento da JBS em Caxias na Justiça
Conheça as histórias de vítimas de covid-19 na Serra

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros