Gerente de mercado que se envolveu em morte de cliente sem máscara tem alta hospitalar em Vacaria - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Investigação22/06/2020 | 19h42Atualizada em 22/06/2020 | 20h10

Gerente de mercado que se envolveu em morte de cliente sem máscara tem alta hospitalar em Vacaria

Polícia Civil diz que imagens de uma das câmeras de monitoramento corrobora com versão de testemunhas

Gerente de mercado que se envolveu em morte de cliente sem máscara tem alta hospitalar em Vacaria Polícia Civil de Vacaria/Divulgação
Armas apreendidas pela Polícia Civil no local do crime Foto: Polícia Civil de Vacaria / Divulgação

Jonas Macedo, 32 anos, teve alta do Hospital Nossa Senhora da Oliveira, em Vacaria, na tarde desta segunda-feira. Ele é gerente de um supermercado no bairro Petrópolis, onde, no último sábado, acabou se envolvendo em uma discussão que resultou na morte de um cliente. O homem, Aldori Somavilla Cardoso, 36, conforme apurou a investigação da Polícia Civil, se recusou a usar máscara dentro do estabelecimento dando início ao desentendimento.

Leia mais
Desentendimento por uso de máscara em supermercado provoca homicídio em Vacaria

De acordo com o delegado Anderson Silveira de Lima, Cardoso entrou no supermercado, fez a compras e, quando chegou ao caixa, Macedo teria chamado a atenção dele por estar sem o equipamento de proteção individual, que é de uso obrigatório em função da pandemia. Testemunhas informaram à polícia que não teria havido agressão por parte de Macedo. O cliente teria tirado uma faca que carregava na cintura e desferido dois golpes no gerente. Ambos acertaram Macedo na altura do peito, um deles foi uma perfuração com a ponta da lâmina. Na sequência, o gerente sacou um revólver calibre 38 e fez dois disparos na direção do agressor – ambos atingiram o peito de Cardoso. Ele morreu no local. Ainda conforme o delegado, o mercado é de porte médio e estava com grande número de pessoas no momento do fato, por volta das 19h30min. Ninguém mais ficou ferido. 

Procurados pela reportagem, os familiares preferiram não falar sobre o que aconteceu. A saída de Macedo do hospital foi confirmada pelo advogado da família, Otto Júnior Barreto. Segundo ele, Jonas está se recuperando, e está bem. 

A análise de uma das câmeras de monitoramento do supermercado corroborou a versão das testemunhas ouvidas até o momento, conforme o delegado, mas não trouxe elementos novos à investigação. As imagens mostram que os dois homens entram no enquadramento, Cardoso dá um chute em direção a Macedo, depois segue a sequência de golpes e a reação do gerente, segundo o delegado. Ele aguarda ter acesso ao conteúdo de uma segunda câmera localizada em outra posição que, além desses movimentos, deve mostrar o que antecedeu a briga e que ocorreu depois. Macedo tem porte para a arma, que foi apreendida.

– Não muda o fato, homicídio consumado por legítima defesa – declarou o delegado. 

Leia também:
VÍDEO: caxiense deixa a UTI uma semana após receber transplante de plasma convalescente

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros