Vereadora de Caxias do Sul aponta aumentos na direção da Codeca - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Câmara21/05/2020 | 19h49Atualizada em 22/05/2020 | 19h09

Vereadora de Caxias do Sul aponta aumentos na direção da Codeca

Denise Pessôa (PT) alega que houve aumento em dois dos três cargos do setor

Vereadora de Caxias do Sul aponta aumentos na direção da Codeca Codeca/Divulgação
Em fevereiro, a empresa informou que 2019 teve déficit de R$ 14 milhões Foto: Codeca / Divulgação

Em pronunciamento na sessão da Câmara Municipal de Caxias desta quinta-feira (21), a vereadora Denise Pessôa (PT) apontou supostas irregularidades nos salários de diretores da Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul, a Codeca.

A petista alega que houve aumento em dois dos três cargos do setor: diretor administrativo financeiro, cujo vencimento teria sido reajustado em 69%, e do diretor de operações, que teria recebido incremento de 102% na remuneração de março para abril. Apenas o diretor-presidente não teria ganho aumento no período, de acordo com Denise.

— Aqui, em vários momentos, se falou que havia a necessidade de fazer cortes na pele para poder sobreviver a esse momento de crise na Codeca. A informação foi que ocorreu a demissão dos dentistas da Codeca. A gente tem alguns cortes, realmente, mas é para alguns; para outros, têm aumento. O diretor-presidente continua com o mesmo subsídio, com mesmo salário, que seria R$ 13.466. Agora, o diretor-financeiro, em março ganhava R$ 7.166, em abril ele passou a ganhar R$ 12.120. Isso foi um aumento de 69%. Se a empresa estivesse, assim, com um lucro estupendo, talvez se justificaria, mas não neste momento — afirmou a vereadora.

Ela destacou o suposto aumento de mais de 100% no salário do diretor de operações, função que, no entanto, estaria vaga no momento.

— Agora, o diretor de operações ganhava R$ 7.166 e passou a ganhar R$ 14.487,00, 102% de aumento. A Codeca, que a gente fez reunião, que a gente está aqui debatendo que tem um monte de prejuízo. Isso é um escândalo.

Em nota, a empresa não contestou as irregularidades apontadas por Denise. Limitou-se a informar que pretende prestar esclarecimentos no dia 28 de maio, dia em que o diretor-presidente da companhia, Nestor Basso, falará na Câmara de Vereadores. "A Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) assinala que no próximo dia 28, por solicitação da Câmara, estará em plenário para apresentar os dados financeiros corretos da companhia", diz a nota.

Na sessão da última terça-feira (19), vereadores aprovaram por unanimidade pedido de informações sobre a situação financeira da Codeca. Em fevereiro, a empresa informou que 2019 teve déficit de R$ 14 milhões.

Leia também
Com horários reduzidos, rodoviária de Caxias do Sul registra movimento 75% menor

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros