Pardais devem voltar às rodovias gaúchas em até dois meses - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Fiscalização27/04/2020 | 18h05Atualizada em 27/04/2020 | 18h08

Pardais devem voltar às rodovias gaúchas em até dois meses

Na Serra, fiscalização de velocidade voltará para o trecho entre Caxias do Sul e Portão

Pardais devem voltar às rodovias gaúchas em até dois meses Anselmo Cunha/Agencia RBS
Foto: Anselmo Cunha / Agencia RBS
Pioneiro
Pioneiro

Com contrato assinado, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) anuncia que a instalação de controladores de velocidade em até dois meses. Na Serra, será instalado um pardal na RS-122 entre Portão e Caxias do Sul. O investimento será de R$ 3,9 milhões para operação e manutenção dos equipamentos que fiscalizarão 68 faixas de tráfego.

Além da rota na Serra, o contrato com a empresa Perkons para a instalação de controladores de velocidade em outras seis rodovias gaúchas: RS-030 (Osório - Tramandaí), RS-040 (Viamão - Pinhal), RS-239 (Novo Hamburgo - Rolante), RS-240 (São Leopoldo - Montenegro), RS-389 (Osório - Torres) e RS-453 (Venâncio Aires - Tainhas). Os locais, definidos no edital, são nas mesmas regiões onde funcionavam os antigos pardais até julho de 2019. Por isso, não é necessário realizar estudos a respeito ou consultar o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) sobre os pontos onde eles serão colocados.

No anúncia desta segunda-feira (27), o secretário estadual Juvir Costella reforçou a relevância dos dispositivos para a segurança das rodovias.

— Trata-se de uma ação importantíssima para assegurar aquilo que consideramos nossa missão maior: preservar a vida das pessoas e educar para um trânsito responsável. É uma diretriz do governador Eduardo Leite, portanto determinamos celeridade para que a assinatura dos contratos fosse realizada tão logo fossem resolvidas as etapas da licitação e os trâmites judiciais — afirma.

A licitação traz como novidade equipamentos com a tecnologia OCR _ sigla em inglês para "optical character recognition". Assim, além dos pardais, os trechos também serão monitoradas por 16 dispositivos com leitores de placas.

— Serão aparelhos capazes de registrar as placas dos veículos, cruzando essas informações com o banco de dados de outros órgãos estaduais. Poderão contribuir, por exemplo, para identificar veículos roubados — destaca o diretor-geral do Daer, Luciano Faustino.

Os equipamentos tem prazo de instalação em até 60 dias após a ordem de início dos serviços, que deve ocorrer ainda nesta semana. O contrato possui vigência de 24 meses, podendo ser prorrogados por igual período.

Faustino ressalta que também há expectativa pela assinatura de um novo contrato com a empresa Fiscal Tech, que receberá R$ 1,9 milhão para monitorar 25 faixas com nove câmeras e nove dispositivos com leitores de placas. Os equipamentos serão instalados em sete rodovias: RS-135 (Passo Fundo - Erechim), RS-324 (Passo Fundo - Nova Prata), RS-342 (Ijuí - Cruz Alta), RS-153 (Passo Fundo - Tio Hugo), RS-287 (Montenegro - Santa Maria), RS-470 (Nova Prata - Bento Gonçalves) e RS-122 (São Vendelino - Farroupilha).

Leia também
Recreio da Juventude pede desculpas a profissionais de saúde após publicação polêmica
No aguardo de respostas, Caxias Basquete ainda sonha com retorno ao NBB
Randon comunica redução, suspensão e demissão voluntária

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros