Mulher é morta a facadas pelo companheiro em Caxias do Sul - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Feminicídio26/04/2020 | 21h00Atualizada em 26/04/2020 | 21h20

Mulher é morta a facadas pelo companheiro em Caxias do Sul

Vítima foi encontrada pela mãe após ataque cometido dentro de casa

Andiara Cristians Fernandes da Silva, 28 anos, foi morta a facadas pelo companheiro, 22 anos, na madrugada deste domingo (26), em Caxias do Sul. O crime ocorreu na residência onde o casal vivia há cerca de um ano, no bairro Montes Claros.

A Brigada Militar foi acionada às 0h20min pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que atestou a morte dela no local. O corpo de Andiara foi encontrado pela própria mãe, com marcas de golpes de faca. O suspeito não foi localizado no momento do crime, tendo apresentado-se à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) pela manhã.

Leia mais
Cinco mortes em Caxias: levantamento no RS traça perfil de vítimas e agressores dos feminicídios

Conforme relato da mãe da vítima em registro policial, o casal residia na casa dela, em uma peça do térreo. Horas antes do crime, a filha e o genro encontravam-se na casa dela, no andar de cima. Depois que desceram, ela recebeu a ligação do pai do suspeito pedindo que ela verificasse a situação do casal, uma vez que o filho tinha recém ligado para ele relatando que tinha cometido um erro.

O homem fugiu do local de carro e não há informações a respeito de qual foi seu paradeiro até a manhã deste domingo, tampouco se ele foi capturado ou se apresentou-se voluntariamente à Polícia Civil.

A reportagem não conseguiu contato com a delegada Carla Zanetti, titular da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) na noite deste domingo, para obter mais informações a respeito do caso.

Com este, três feminicídios são contabilizados na Serra em 2020. O primeiro ocorreu em Canela, no dia 11 de janeiro, vitimando Roselane Cândida da Silva, 45. Ela foi baleada por  Manoel Adelar da Silva, 63, que se suicidou logo após o ataque.

O segundo caso foi registrado em Nova Petrópolis, no dia 20 de janeiro.  Rosane Marlise Birk Groth, 37, foi esfaqueada quando saía de casa, em seu carro. O ex-marido dela, Dirceu Miguel Groth, 37, suspeito do assassinato, teve prisão preventiva decretada no mesmo dia.

Leia também
Semana indicará se o contágio aumentou após a flexibilização do isolamento em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros