Penitenciária de Caxias do Sul passa pela primeira revista total em nove anos - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Megaoperação23/01/2020 | 20h04Atualizada em 23/01/2020 | 20h07

Penitenciária de Caxias do Sul passa pela primeira revista total em nove anos

Susepe afirma que não divulgou os resultados em razão de decisões judiciais

Penitenciária de Caxias do Sul passa pela primeira revista total em nove anos Susepe/Divulgação
Mais de 280 agentes de segurança pública participaram da operação Foto: Susepe / Divulgação
Pioneiro
Pioneiro

Apontado como base das duas facções que disputam a venda de drogas em Caxias do Sul, a Penitenciária Estadual na localidade do Apanhador foi alvo de uma megaoperação na manhã desta quinta-feira. Os resultados, contudo, não foram divulgados. Por envolver mandados de busca e decisões judiciais, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) afirma não ter autorização para divulgar o que foi apreendido durante a operação.

Leia mais
Operação em penitenciária de Caxias do Sul tem foco em mandantes de assassinatos fora da cadeia

A operação surgiu da necessidade da Polícia Civil em cumprir sete mandados em busca de celulares e outras provas contra suspeitos de ordenar assassinatos. A Susepe aproveitou a mobilização para fazer uma varredura e retirar ilícitos da unidade prisional. Para controlar os 1.022 detentos, foi acionado o apoio dos batalhões de Choque da Serra e de Porto Alegre, totalizando mais de 280 agentes de segurança pública.

O delegado regional Paulo Roberto Rosa da Silva aponta que as investigações iniciaram ainda em outubro de 2018 e busca esclarecer homicídios acontecidos em diversas cidades da Serra. Ao mesmo tempo, as buscas podem auxiliar em inquéritos sobre tráfico de drogas e associação criminosa. Os sete mandados tinham por alvo apenados das galerias B e C, mas a Susepe optou por ampliar a operação pente-fino também para a galeria A.

 Esta foi a primeira operação em todas as galerias nos últimos nove anos. A última revista total aconteceu em junho de 2011, quando a cadeia abrigava apenas 300 detentos — menos de um terço da população carcerária atual. A Penitenciária Estadual do Apanhador foi inaugurada em outubro de 2008. A explicação para a utilização de revistas parciais — como em outubro do ano passado quando foram apreendidos 69 celulares na na Galeria C — seria a quantidade de efetivo necessária para a contenção de tamanha massa carcerária.

Leia também
Metade dos mortos por violência em Caxias do Sul em 2020 é adolescente
"Não temos ideia do porquê fizeram isso", diz tia de adolescente assassinado em Caxias do Sul
Depois de tentar fugir da polícia, três homens são presos por tráfico de drogas em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros