Pai é preso por abusar dos filhos de seis e sete anos em Gramado - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Estupro de vulnerável 24/01/2020 | 11h49Atualizada em 24/01/2020 | 17h45

Pai é preso por abusar dos filhos de seis e sete anos em Gramado

Homem estava separado da mãe das crianças, mas ficava com os pequenos à noite, período em que ela trabalha

Pai é preso por abusar dos filhos de seis e sete anos em Gramado Ricardo Wolffenbüttel/Agencia RBS
Fique atento aos sinais que podem indicar que uma criança está sendo vítima de violência sexual Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Agencia RBS

Um homem de 53 anos foi preso acusado de abusar sexualmente dos filhos, de seis e sete anos, em Gramado. Os meninos ficavam com o pai à noite enquanto a mãe dos pequenos, de quem o homem estava separado, saía para trabalhar. O mandado de prisão preventiva foi cumprido na última quarta-feira (22).  

O delegado de Gramado, Gustavo Barcellos, explica que a mãe das crianças registrou ocorrência em dezembro para denunciar o abuso que os filhos sofriam. As crianças foram acolhidas, com intervenção do Conselho Tutelar, a fim de afastá-las do ambiente de abusos a que estavam expostas.

— Encaminhamos as vítimas para exames e o resultado de um dos meninos foi positivo para a presença de sinais de ato libidinoso diverso da conjunção carnal. Diante das provas materiais e do relato de testemunhas, apresentei o pedido de prisão preventiva.

O delegado ressalta que a Rede de Apoio à Cidadania (RAC) teve papel fundamental na investigação, uma vez que o inquérito policial foi instruído com relatório fundamentado do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e da escola onde as crianças estudam.

— O relatório retrata com detalhes a grave situação de risco em que essas crianças viviam, tanto de violência física, quanto psicológica. Era um caso grave de abusos repulsivos.

O delegado tem 10 dias para concluir o inquérito, contados a partir da última quarta. O pai das crianças será indiciado por estupro de vulnerável.

ALERTA

Fique atento aos sinais que podem indicar que uma criança está sendo vítima de violência sexual:

:: De alegre e afetuosa, a criança se torna retraída, triste, irritada ou agressiva.

:: A criança tem pesadelos ou sono agitado.

:: Se a criança volta a urinar na cama.

:: Diminuição brusca do rendimento escolar da criança.

::  Aversão ou medo inexplicáveis em relação a determinadas pessoas ou gênero (homens, geralmente).

:: A criança não quer ir a lugares aos quais gostava ou deveria gostar de ir.

Sinais físicos:

::  Coceira, vermelhidão ou machucados nos órgãos genitais.

::  Sujeira incomum nas roupas íntimas da criança.

DENUNCIE

Informações sobre crimes sexuais contra crianças e adolescentes podem ser encaminhadas pessoalmente ou por telefone nos seguintes serviços:

:: Polícia Civil: 197

:: Disque-Denúncia: 181

:: DECA urgente: 0800-642-6400

:: DPCA de Caxias do Sul: Rua Marquês do Herval, 1178, Centro (perto da sede social do Recreio da Juventude). Telefone: (54) 3214-2014.

:: Conselho Tutelar Norte: Rua Visconde de Pelotas, 130, bairro Pio X. Telefone: (54) 3227-7150. Atende a região norte de Caxias do Sul

:: Conselho Tutelar Sul: Rua Os Dezoito do Forte, 998, Centro. Telefone: (54)3216-5500. Atende a região sul de Caxias.

:: Disque 100: atende 24 horas e não é necessário se identificar.

Leia também
Depois de denúncia, homem é preso por tráfico e porte ilegal de arma de fogo em São Marcos
Penitenciária de Caxias do Sul passa pela primeira revista total em nove anos
Metade dos mortos por violência em Caxias do Sul em 2020 é adolescente



 
 
 
 
Pioneiro
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros