Bento e Caxias aparecem entre as cidades mais violentas do RS - Polícia - Pioneiro

Vers?o mobile

 
 

Balanço de 201909/01/2020 | 20h45Atualizada em 09/01/2020 | 20h50

Bento e Caxias aparecem entre as cidades mais violentas do RS

Juntas, as duas maiores cidades da Serra tem metade dos assassinatos em Porto Alegre

Bento e Caxias aparecem entre as cidades mais violentas do RS Antonio Valiente/Agencia RBS
Foto: Antonio Valiente / Agencia RBS

Duas cidades da Serra aparecem entre os 10 municípios gaúchos com mais assassinatos em 2019. Mesmo com uma redução de 24,5% nos crimes contra a vida, Caxias do Sul aparece na terceira colocação. Já Bento Gonçalves manteve a onda de homicídios do ano passado e se tornou o oitavo município com mais vítimas fatais. A comparação é feita pelos dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), divulgados nesta quinta-feira (9).

Leia mais
Caxias do Sul registra o menor número de assassinatos dos últimos 15 anos 
Mortes violentas triplicaram em relação ao ano passado em Bom Jesus
Dos 22 assassinatos em Farroupilha, 13 aconteceram em dois bairros da cidade

Os números apresentados pelo Governo Estadual, contudo, são diferentes dos contabilizados pelo Pioneiro. O Contador da Violência, ferramenta online abastecida reportagem com as informações divulgadas pelas fontes oficiais, mostra que Caxias do Sul terminou o ano passado com 89 assassinatos. Em Bento Gonçalves, foram 52 mortes por violência em 2019. Entretanto, os dados da SSP é o único levantamento oficial sobre a violência sobre todos 497 municípios do Rio Grande do Sul e, assim, permitem a comparação entre cidades e regiões.

Foto:

A análise por população torna ainda mais preocupante a violência registrada em Bento Gonçalves. Conforme a última estimativa do IBGE, o Rio Grande do Sul possui 17 municípios mais populosos que a Capital do Vinho — que tem 120 mil habitantes. Na oitava colocação de assassinatos, o município serrano ficou à frente de municípios que têm praticamente o dobro de sua população, como Novo Hamburgo (246 mil) e São Leopoldo (236 mil).

Foto:

Roubos em queda, estelionatos preocupam

A comparação por população, contudo, salienta os bons resultados contra o crime que mais assusta a população: os roubos. Segunda cidade mais populosa do Rio Grande do Sul, Caxias do Sul aparece apenas na nona posição, com 2.280 assaltos — 10,5% menos que em 2018. Em Bento Gonçalves, a redução chega a 41%, deixando a cidade apenas na 25ª colocação com 263 roubos.

A queda nos crimes contra o patrimônio também aparece no restante da região. Em Farroupilha, os furtos caíram 31%, enquanto que em Flores da Cunha os assaltos diminuíram 26%.

O sinal de alerta fica para os casos de estelionato, que estão aumentando em quase todos os municípios da Serra. Foram mais de 2,1 mil pessoas enganadas por criminosos em apenas seis cidades da região. Em Vacaria, os golpes aumentaram em 67%.

Foto:

RS tem a menor taxa de homicídios da década

Os índices da violência no Rio Grande do Sul foram divulgados pela Secretaria Estadual para celebrar a menor taxa de homicídios da década. O ano terminou com 569 óbitos a menos que 2018, o que representa redução de 24,1%. O número de vítimas, contudo, ainda é alto: foram 1.793 homicídios.

Considerando a mais recente estimativa de população do IBGE, de 11,37 milhões de moradores no Estado, a taxa de homicídios caiu ao menor nível da década: 15,8 homicídios para a cada 100 mil habitantes.

De acordo com o Governo Estadual, o principal fator para a retração foi o programa RS Seguro, que concentrou esforços no combate ao crime nos 18 municípios com os maiores índices de violência nos últimos anos — Caxias do Sul é o único município serrano que integra o programa. A SSP ressalta que esse grupo de 18 municípios foi o responsável por 90,6% da redução de homicídios.

Leia também
Há dois anos sem delegado titular, Bom Jesus deverá ter novo nome até julho
Jovem é morto com disparos de pistola 9mm em Guaporé
Homem é preso depois de trocar tiros com a polícia em Caxias

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros