Após divulgação de vídeos, Polícia Civil apreende armamento na casa de morador de Flores da Cunha - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Ameaças e coação07/01/2020 | 09h42Atualizada em 07/01/2020 | 17h07

Após divulgação de vídeos, Polícia Civil apreende armamento na casa de morador de Flores da Cunha

Espingardas e morteiro estavam na residência do investigado, que não foi encontrado

Após divulgação de vídeos, Polícia Civil apreende armamento na casa de morador de Flores da Cunha Polícia Civil / Divulgação/Divulgação
Nos vídeos, morteiro aparecia amarrado a um botijão de gás Foto: Polícia Civil / Divulgação / Divulgação

Cinco armas de fogo e um morteiro foram apreendidos na casa de um investigado por ameaças em Flores da Cunha. A ação policial, na tarde de segunda-feira (6), ocorreu após a divulgação de vídeos que mostram o homem ameaçando outro, cobrando uma dívida. Ao menos cinco vídeos circulam pelas redes sociais desde o início da semana e foram gravados pelo próprio investigado com o auxílio de uma mulher, que aparece nos vídeos. O suspeito, que não foi localizado, também é investigado por invadir uma empresa e efetuar disparos de arma de fogo na última sexta (3). 

Dezenas de munições, tanto de uso restrito como permitido, foram apreendidasFoto: Polícia Civil / Divulgação

 O mandado de busca e apreensão foi cumprido na residência do investigado, que fica em Flores da Cunha, por volta das 16h. Na ação, da Delegacia de Flores da Cunha com apoio de agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), foram apreendidas sete espingardas, sendo cinco de fogo e duas de pressão. Os policiais também encontraram um colete balístico, um morteiro, uma luneta e diversas munições de uso restrito. A maioria das armas são mostradas nos vídeos feitos pelo homem e que viralizaram nas redes sociais.

Arsenal apreendido na casa de investigado por vídeos de ameaçasFoto: Polícia Civil / Divulgação

Segundo a Polícia Civil, ele é investigado por coação e porte ilegal de arma de fogo. A investigação prosseguirá para verificar a procedência do armamento apreendido. O suspeito não tem a identidade divulgada em razão da nova legislação que torna crime a antecipação de culpa.

Leia também
Após denúncia, três carros em situação de furto/roubo são recuperados em galpão no interior de Farroupilha
Assaltantes armados invadem casa e amarram família no banheiro em Caxias
Cerca de sete mil alunos ainda não encerraram o ano letivo em Caxias do Sul

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros