Mãe e padrasto são presos por tentar matar bebê de quatro meses em Caxias  - Polícia - Pioneiro

Versão mobile

 
 

Tentativa de Homicídio 01/12/2019 | 12h07Atualizada em 01/12/2019 | 12h13

Mãe e padrasto são presos por tentar matar bebê de quatro meses em Caxias 

Criança passou 21 dias internada com ferimentos graves 

Uma mulher de 28 anos e o companheiro dela de 36 anos foram presos na manhã do sábado (30) em Caxias do Sul. Os dois são suspeitos de terem tentado matar um bebê de quatro meses. A mulher é mãe da criança que foi registrada pelo homem como filha. Ela ficou internada por 21 dias na UTI de um hospital de Caxias. A menina estava com as costelas quebradas, lesões no braço e marcas de esganadura no pescoço. Depois que teve alta, o bebê foi encaminhado para um abrigo. 

De acordo com a Polícia Civil, a investigação sobre os maus-tratos e tentativa de homicídio contra a menina iniciou na última terça-feira (26). As agressões teriam ocorrido no dia 18 de outubro, quando a criança foi internada com ferimentos graves. A polícia recebeu uma série de informações que indicam que o casal seria responsável por agredir a menina. 

Agentes da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), da 1ª DP e da 2ª DP, acompanhados pela delegada Thais Norah Sartori Postiglione Peteffi, que está respondendo pela DPCA, cumpriram os dois mandados de prisão temporária na manhã do sábado. O pedido de prisão havia sido solicitado na manhã da sexta-feira (29), e foi expedido na mesma noite pela 1ª Vara Criminal de Caxias. A mãe foi presa no abrigo, onde a criança está abrigada e o homem foi preso na casa dele, no bairro Fátima. 

Conforme boletim de ocorrência registrado no dia 25 de outubro, como tentativa de homicídio, a mãe teria levado a criança para um hospital da cidade, alegando que a cuidadora da menina havia dito que ela não parava de chorar, e não cuidaria mais dela. A mãe também relatou às funcionárias do hospital que morava com o irmão e que o pai da bebê não morava com elas. A menina apresentava lesões nas costelas, antigas e recentes, e foi solicitado exame de lesão corporal, devido a gravidade dos ferimentos

Leia também
Homem é preso após colocar fogo na casa de ex-companheira em Canela 
Identificado motociclista morto em acidente com trator em Carlos Barbosa

 
 
 
 
Pioneiro
Busca
clicRBS
Nova busca - outros